CCXP19 abre inscrições para o Concurso Cosplay

CCXP19 abre inscrições para o Concurso Cosplay

Dividida em duas etapas, a primeira com participação do público na internet, competição contará com jurado internacional e premiará vencedor com carro 0 km

Os cosplayers já podem começar a se preparar para mais um ano de disputa acirrada na CCXP. Estão abertas, a partir de hoje (segunda-feira, 14), as inscrições para o Concurso Cosplay, uma das atrações mais aguardadas do maior festival de cultura pop do planeta – que acontece entre 5 e 8 dezembro, no São Paulo Expo.

O concurso será individual e com temas de personagens da cultura pop, vindos dos quadrinhos, cinema, games, séries, filmes e música, entre outros. Para participar, é necessário acessar o site https://www.ccxp.com.br/cosplay e preencher o formulário com os dados solicitados, além de enviar fotos e um vídeo da performance.

Será possível se inscrever até o dia 28 de outubro (segunda-feira) e os participantes devem usar todos os recursos à sua disposição para caprichar no seu costume. A primeira etapa classificatória acontece na internet. O público vai poder votar nos cosplays preferidos pelo site entre 29 de outubro e 11 de novembro. Já no dia 12 de novembro serão conhecidos os finalistas que vão ganhar credenciais para todos os dias de festival e participar da grande final, que acontece no dia 8 de dezembro e vai contar com o cosplayer italiano Leon Chiro no corpo de jurados. O prêmio principal para quem ficar com o título de Master Cosplay da CCXP19 é um carro 0 km, além de credenciais Full Experience da CCXP20.

Os cosplayers são uma parte muito importante da grande celebração à cultura pop que é a CCXP. Eles dão mais vida ao evento e fazem um sucesso enorme com o público e na mídia. Nosso concurso é uma forma de dar mais visibilidade a estes artistas, que passam o ano inteiro pensando em como se superar nos costumes e nas performances. E quem não for selecionado para a grande final não precisa desanimar. Todo mundo é bem-vindo! A gente prepara com muito carinho toda estrutura para receber os cosplayers com o maior conforto possível e organiza um desfile nos três primeiros dias de festival, que têm como prêmio credenciais para a CCXP20”, conta Marcelo Forlani, sócio-fundador da CCXP.

Realizados na quinta-feira, sexta-feira e sábado, os desfiles não fazem parte do Concurso Cosplay, mas também acontecem no Creators Stage. Qualquer cosplayer que estiver no evento pode participar, desde que faça sua inscrição no Cosplay Universe – área pensada exclusivamente para esses artistas. O espaço conta com um camarim equipado com guarda-volumes (vagas limitadas), espelhos e bancadas para maquiagem, provadores para troca de roupa e cosplay helper, para aqueles ajustes de última hora.

CCXP19
Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)
Sobre a CCXP – Em 2018, o festival recebeu 262 mil visitantes, batendo recorde de público e se estabelecendo mais uma vez como o maior festival de cultura pop do mundo. A CCXP já faz parte do calendário cultural do país e este ano acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Saiba mais em www.ccxp.com.br.

Abraços do Quadrinheiro Véio !

Obrigado, Stan Lee

Stan Lee morreu.

Então… não sei bem como começar a escrever sobre o significado de Stan Lee pra um leitor das antigas. Está cheio de site noticiando sua morte, e acho que neles você vai saber mais sobre o que houve e sobre a carreira dele. Se quiser conhecer mais sobre o criador da Marvel, Homem-Aranha e cia, aqui não é o lugar.

Como todos os posts deste blog, este também é um post pessoal, emocional e de opinião. Stan Lee esta na minha vida desde sempre. Desde que comecei a ler. Desde meu primeiro gibizinho, desde os primeiros Homem-Aranha da Editora Abril. Nos idos dos anos 80, era o único nome que eu sabia e conhecia. E reconhecia. Era sempre apontado e lembrado como o criador dos principais personagens da Marvel, inclusive da própria Marvel.

E ele parecia tão bem sempre que aparecia que esta noticia pegou de surpresa. Estou escrevendo isso aqui ainda sem realmente ter “caído a ficha” dentro de mim. É um vazio enorme, uma referência e uma segurança. Mesmo que ele não tenha feito quase nada nos anos mais recentes, ele é um símbolo. Era um resquício de uma época onde a criatividade era diferente, rara de se chegar às pessoas. Época onde a qualidade realmente era necessária pra que algo durasse. Época do pensar, do desafio criativo, da abertura sobre o inusitado. Onde o absurdo povoava nossas imaginações. Época em que uma aranha radiativa poderia tornar um adolescente num herói. Onde a bomba gama não matou, mas criou um herói conturbado. Época em que uma família ousou singrar o espaço e em troca, mutou e salvou o planeta incontáveis vezes. Salvou o mundo. Meu mundo.

E no cerne de todos estes, era ele quem estava lá. O deus Marvel. Criou tantas vidas no papel, mudou e enfeitou tantas vidas de carne, inspirou tantos corações e incentivou tantas mentes que não é algo plausível que ele tenha embarcado nesta nave sem volta, partindo do mundo Terra, rumo ao mundo eterno. Stan Lee não morreu, nunca morrerá. Stan Lee tornou-se imortal do único jeito que importa.

Ele chegou, criou, mudou tudo, e seguiu em frente.

Nas palavras de uma amiga: ” Esses grandes nomes de artistas e criadores, pensadores, realizadores que estão partindo deixam a impressão que fica um vazio – parece que não temos grandes nomes para substituí-los – como se hoje em dia tudo seja muito rápido, tênue e efêmero, não permanecendo ao ponto de marcar gerações.”.

Stan Lee ainda marcará muitas gerações.

Duro é que ele não foi pra jóia da alma. Mas da alma de quem conheceu seu trabalho, ele nunca sairá.

Obrigado, Stan Lee.

Abraços do Quadrinheiro Véio.

EXCELSIOR !

Nova Doença: Haterismo !

Nova Doença: Haterismo !

Fala Galera, beleza ?

Então, talvez nem tanto assim…

Descobertas recentes da medicina apontam para um novo distúrbio no âmbito psicológico com forte contaminação e disseminação pelo ar. O Haterismo está se tornando uma epidemia.

Brincadeiras a parte, tenho reparado uma forte disseminação do ódio. As pessoas não parecem mais entender uma coisa que sempre foi básica e importante. Desaprenderam a respeitar.

A internet trouxe muita, mas muita coisa boa. Tem de tudo por aí, tem conhecimento, tem opinião, noticias e comunicação em velocidade altíssima e por todo lugar. Eu costumo dizer que, se existe um inconsciente coletivo da humanidade, a internet é o consciente coletivo. Todo o conhecimento, toda nossa história, todo o nosso comportamento individual e social está ali. Pela internet, uma civilização alienígena pode saber mais de nós do que gostaríamos. É uma fonte incomparável de estudos sociológicos e psicanalíticos. Entretanto, nem tudo são flores no habitat do todo poderoso Google. Se todo mundo tem acesso, logo… conclui-se que todo mundo tem acesso. E com todos tendo uma voz, é fatalmente fácil que vozes positivas se percam e vozes ignorantes se façam ouvir. E é neste contexto, neste mundo que nasceu o Haterismo. Esta síndrome do ódio que existia apenas em pequenos grupos e que agora se alastrou por toda a internet numa corrente cada vez mais forte.

Para muita gente, isso é o normal. E é claro que se não é normal, está se tornando. Se o normal é um comportamento ou característica que acontece em 50% + 1 das vezes que algo acontece, então, dentro deste conceito o normal existe. Mas se é algo positivo ou não, é outro julgamento. Não é porque algo é normal, que este algo é bom. Como diziam os antigos, não é porque todo mundo faz que é certo e não é porque ninguém faz que é errado. E por mais julgamento que se aplique quando se pensa na classificação de alguma coisa como sendo “certo ou errado”, há de se convir que se um comportamento leva ao ódio não é preciso ser o Mestre Yoda pra saber que o Lado Sombrio da Força está à espreita. :pppp

Um amigo muito sagaz, escreveu em seu perfil pessoal de uma de suas mídias sociais digitais o seguinte:

       Esse discurso de raça superior dá no saco. Sempre desrespeitoso e alienado. A música diferente do que gosto é uma merda. Eu sou um retardado por séries, mas você que assiste novelas é inferior. Futebol (ou qualquer tipo de esportes) é alienação. Mas eu não falo de outra coisa que não seja minhas idiossincrasias. Quem paga uma fortuna numa camiseta de futebol, ou numa balada é retardado, mas minhas memorabilias e coleções são coisas importantes para a humanidade. Você que gosta de filmes como Velozes e Furiosos é idiota. Esperto sou eu que fico discutindo cor de sabre de luz. Carnaval é uma bosta… certo é eventos de nicho, onde caminho com os meus “iguais”… 

Sério…essa merda toda já deu. Respeite pra ser respeitado, aprendi isso no surf mas serve pra vida.

Acho que por mais que eu tente, não conseguiria exemplificar tão bem os sintomas do haterismo como ele o fez. Mesmo conseguindo sentir a frustração dele através da raiva de suas palavras, ele ainda assim o fez com respeito. Entende ?

Pense assim: Se você não gosta de algo, não significa que aquilo seja necessariamente uma “merda” como você costuma postar no seu perfil. Aquilo pode ser apenas algo que você não gosta e que não se identifica com você. Falar que algo é uma “bosta” não é opinião, é falta de respeito. Sim, é sim. Se você faltar com respeito com as pessoas, fatalmente elas terão a permissão para faltar com você e se todo mundo começar a se comportar assim, uma hora não haverá mais tolerância. E o que acontece em seguida ?

Ao invés disso, compartilhe o que pensa com respeito. Diga que não gostou, mas o faca sabendo que são pessoas que produziram algo pra você e pessoas que irão ler a sua opinião. Ninguém é mais “badass” só porque usa palavrão ou fala mal gratuitamente de algo. Xingar não te coloca acima de ninguém. É apenas mais um idiota sem propriedade, exibindo ignorância e espalhando ódio.

Esta nova geração de jovens adultos tem tido muito problema pra lidar com a frustração, e como muitos pais não estão sabendo ensinar aos filhos como respeitarem as pessoas, mais e mais temos um mundo em que os jovens adultos acham normal espalhar raiva e ódio por aí como se não fossem haver consequências terríveis. Consequências não apenas para si mesmo, mas para todos.

Então, alguns pontos para sua reflexão:

           – Eu contribuo de alguma forma pra manutenção da disseminação do ódio ?

          – Eu imponho minha opinião com respeito ou eu disfarço ódio e preconceito sob uma cobertura de “ estou apenas dando minha opinião” ?

            – De alguma forma eu poderia fazer algo pra impedir que o haterismo continue se propagando ?

            – Como eu lido com amor ?

            – Eu confundo respeito com medo ?

            – Eu pratico bullyng ? Consciente ou inconsciente?

            – Sou só um babaca ignorante e me apoio nisso porque é o que todo mundo faz ?

Bom, acho que é isso.

Espero que esta minha reflexão possa de alguma forma fazer você refletir sobre seu comportamento, e perceber que o que você recebe do mundo, depende do que você coloca nele.

Que você possa sentir que não vemos o mundo como ele é, mas como nós somos.

E que você precisa colocar no mundo o que você espera dele. Tudo que é plantado no mundo, germina, floresce e se multiplica. Desde vegetais à idéias. Portanto, plante amor.

Seja você a diferença que quer ver no mundo” – Gandhi.

Abraços do Quadrinheiro Véio

Hater gonna hate

Cavaleiros do Zodíaco – Álbum Oficial da Panini

Cavaleiros do Zodíaco – Livro Ilustrado Oficial da Panini

Capa do álbum dos Cavaleiros do ZodíacoCavaleiros do Zodíaco tem uma importância enorme em minha vida, não apenas por ser o único anime seriado que eu realmente assisti TODOS até hoje, ser o único que eu gosto, ser o único que eu considero bom, mas também por conta de grandes aprendizados de valores. Quem me acompanha já sabe que eu não suporto um monte de animês e mangás, mas de CdZ eu tenho tudo. TUDO.  Mangás, livros, revistas Herói, DVD’s, brinquedos, Cloth Myth e agora : O novo álbum oficial de figurinhas da Panini !

Quando soube do lançamento na hora eu me interessei, e comecei a esperar aparecer nas bancas da minha cidade. Só que de repente meu porteiro do prédio me interfona dizendo que tinha algo pra mim lá. Fui curioso e quando abro o envelope… TCHAM ! O álbum com um monte de pacotinhos de presente da Panini. Eu mal pude acreditar.. fiquei procurando microfones e câmeras escondida por toda a minha casa. Como eles sabiam? Ninjas na velocidade da luz ?

O Álbum

Este álbum vem em comemoração aos 30 anos de Cavaleiros do Zodíaco. É muito bonito, colorido, e tem a fase clássica dos cavaleiros, pequenos textos sobre os personagens e muitas figurinhas pra colar. São 192 figurinhas, sendo 48 especiais ( 24 metalizadas + 24 de vinil ). O papel é ótimo, capa e design com a típica qualidade normal dos álbuns de figurinhas da Panini. É uma coleção exclusiva, que mesmo no alto dos meus 40 anos, me remeteu à época que eu não deixava de ter meu horário sagrado em frente à TV pra acompanhar toda a saga dos protetores de Atena. 

Cavaleiros do ZodíacoO livro ilustrado ( óia que chique este nome, né ? Livro Ilustrado ! rs… rs… ) tem 48 páginas e cada cavaleiro de bronze tem páginas duplas, com um quadro de perfil com dados físicos, poderes, técnicas e um cromo metalizado com a sua respectiva Pandora Box e um cromo de vinil com a armadura do desenho animado. Além de Atena, o Seiya, Shiryu, Hyoga, Shun e Ikki tem seus espaços mais do que enormes e os cavaleiros de bronze secundários tem até mais espaço do que os cavaleiros de prata, teoricamente mais fortes. A nostalgia é dupla: Primeiro por conta dos personagens, segundo por ser um álbum de figurinhas.

Como sou colecionador, sendo coleção eu já adoro. Considerando que figurinhas foi a primeira coisa que colecionei, fica mais legal ainda. Mais especial ainda. Os Cavaleiros de Ouro tem uma página pra cada também e várias passagens e narrativa da série clássica das 12 casas estão presentes. Mas a verdade é que a gente nem liga, a gente quer mesmo é ter todas as figurinhas e ficar babando em cima.

Brinde !

Sim um brinde especial que acompanha o álbum, que é um pôster que traz as 12 casas como mostrado no anime, só que com espaço pra colar as 12 armaduras de ouro das figurinhas de vinil especiais. Adorei esta idéia. São figurinhas de formato normal, porém com transparência. Então, você cola ela em qq lugar e somente a armadura aparece. Fora que o pôster é lindo ! 

Uma das coisas mais legais disso tudo é que o álbum mantém o visual, mantém o design, e não se preocupa em atualizar nada e nem redesenhar. Apenas cumpre o propósito nostálgico que é a gente lembrar exatamente como era o desenho, com uns quadros e momentos clássicos, personagens marcantes e figurinhas com uma qualidade de impressão e material que eu realmente não tenho queixa alguma.

Pra não dizer que tudo são flores, tem um ou outro texto que você percebe uma falta de pesquisa dos redatores. Ainda hoje acaba acontecendo de um tradutor ou mesmo ou redator não ser o especialista no assunto do que edita, mas ao mesmo tempo, em um álbum que o foco é o visual, duvido que 90% dos colecionadores vão ler e os que lerem, não se importarão com isso, assim como eu não me importei.

Tiragem extra

Com apenas uma semana do lançamento, o sucesso foi tão grande que a Panini já encomendou uma nova tiragem do álbum porque a procura foi enorme. Estou curioso pra encontrar os marmanjos como eu que estão fazendo esta coleção “de criança“. Todo mundo sabe que a criança dentro de nós nunca morre. Portanto, é esta criança que também quer ver seu adulto feliz e sabe onde fica a carteira, que vai lá e investe os R$ 6,90 do álbum e os R$ 1,50 nos pacotinhos de figurinhas, não é ? 

Aliás, os pacotinhos vem com 5 figurinhas e não tem figurinhas difíceis! E se você é do tipo que não quer ficar comprando em banca ou tendo que trocar com os amigos, pode entrar no site da Panini e comprar de 40 em 40 as figurinhas até completar o álbum. Eu não faço isso, a graça está na jornada e não no final. Adoro trocar, conversar com as pessoas, correr atrás daquela ultima que falta. O álbum completo é a meta e o troféu. Mas o tesão da coleção está em seu processo de seu preenchimento !

Fiz um video com o unboxing quando ele chegou, que você pode assistir aqui !

Outra coisa, se por algum motivo não tiver na sua cidade, encontre direto na loja online da Panini, aqui: http://loja.panini.com.br/

Está colecionando ou pensando em colecionar ? Comente aí embaixo o que achou do álbum e se quiser trocar repetidas, me chama !

Abraços do Quadrinheiro Véio !

 

Leia também sobre os Quadrinhos de Avatar, aqui !!

Beltranos e Beltranas – Livro e Projeto Catarse

Fala Galerinha, Beleza ?

Tem um projeto que conheci na CCXP no ano passado que achei muito legal: Fulanos e Fulanas e Ciclanos e Ciclanas. Do quadrinista Pedro Hutsh Balboni.

Este ano ele fecha um terceiro livro, mesma pegada : Beltranos e Beltranas.project_thumb_facebook_170701JOA022_CapaCatarse

Último livro da trilogia “Fulano, Ciclano, Beltrano” completa a reunião de 150 artistas em torno de… joaninhas.

Beltranos e Beltranas, do quadrinista Pedro Hutsch Balboni, é o terceiro livro da coleção independente e busca financiamento no Catarse.

O quadrinista independente convidou mais 50 artistas para reinterpretarem tirinhas selecionadas entre as mais de 1.200 tirinhas do seu trabalho, totalizando 150 artistas na coleção.

joaninhas_debora

Os personagens são joaninhas, protagonistas da série online Joãos e Joanas (www.joaoasejoanas.com). O tom das tiras é de humor com filosofia, e a abordagem visual traz personagens estáticos, a história se passa nos balões de fala.

A proposta deste projeto é transformar esses insetos de acordo com o estilo de cada um desses artistas, mantendo o mesmo texto original.

O autor já tem mais de 10 livros publicados, todos de forma independente. Ele também tem outras três campanhas de financiamento coletivo no portfólio, todas bem-sucedidas, sendo esta sua quarta campanha.

Ela fica no ar até o dia 8 de setembro. Além de brindes exclusivos, descontos especiais, e ter o nome impresso nos agradecimentos do livro, existem metas estendidas que foram criadas para acelerar a campanha.

JOAOS_E_JOANAS_UHM_copy_-_Will_Leite

A primeira já foi atingida: os 50 apoiadores do primeiro dia ganharam junto com seu apoio o livro “Conto Brasileiro – Romance de uma Situação Crônica”, também do autor. Agora, se forem atingidos 150 apoios até o dia 31/07, todos os apoiadores irão receber um livro “Beltranos e Beltranas” extra. E se o projeto atingir o dobro da meta, os apoiadores ainda recebem um Vale-Tangram, para retirar a HQ com o autor em algum evento.

Vale-a-pena-participar-da-campanha.

SERVIÇO

PROJETO COLABORATIVO PARA FINANCIAR O LIVRO BELTRANOS E BELTRANAS

QUANDO Até 08 de Setembro

ONDE Site do Catarse (projeto no Catarse)

QUANTO Há várias recompensas. A mais simples é de R$20 e garante o livro Beltranos e Beltranas com direito a nome nos agradecimentos.

CLASSIFICAÇÃO Livre

Mais informações: beltranosebeltranas@gmail.com

Abraços do Quadrinheiro Véio !

NOVO VéioCast #19: Rogue One

Fala aí !!!

Chegou o NOVO VéioCast que foi reformulado. Infelizmente o Fábio Rennó não está mais conosco, mas após repensar muito, convidei três grandes amigos nerds com excelentes percepções sobre nossas paixões NERDs e acho que o resultado foi muito bom.

Conheça: Marcelo Chewie, presidente do CJSP e grande fã do Super-homem,  Roberto Fabrício – um dos fundadores do CJSP, fã de heróis e jogos de tabuleiros e Danilo Gonçalves do canal Mestres do Universo que também tem nerdice na veia !

E no VéioCast da semana, a gente comenta tudo que podemos sobre Rogue One, o novo spin off de Star Wars. Maravilhoso.

Pode fazer o download do audio aqui !

Espero que você goste do podcast, que comente, compartilhe e participe. As perguntas dos comentários podem ser respondidas ao vivo no episódio seguinte !

E você pode ser um dos nossos padrinhos também: https://www.padrim.com.br/oquadrinheiroveio

Espero que goste, comente, compartilhe e dê seu pitaco !

Abraços do Quadrinheiro Véio !

VéioCast #13: San Diego Comic Con, Stranger Things e mais

VéioCast #13: San Diego Comic Con, Stranger Things e mais

Chegando com um dia de atraso o VéioCast #13: A gente comenta muito sobre a San Diego Comic Con, Stranger Things arrebentando na NetFlix, a decepção da animação de Piada Mortal do Batman e muito mais coisas velhas !

Com a presença especial do Paulo Gabriel, do canal “Disturbio na Força“. Passa lá no canal dele, aqui !

Compartilhe com seus amigos !

E se preferir tem também no nosso canal do YouTube: www.youtube.com/oquadrinheiroveio

Abraços do Quadrinheiro Véio

VéioCast #8: GoT, Liga da Justiça e mais nerdices

VéioCast #8: GoT, Liga da Justiça e mais nerdices

Pra você que curte um podcast, chegamos ao VéioCast #8, fechando nosso segundo mes de áudio informativo e cheio de opinião. Esta semana falamos de Dame of Thrones, filme da Liga da Justiça, a morte do Prof. Girafales e do novo Chekov de Star Trek, Anton Yelchin e mais umas nerdices.

Espero que goste e se preferir, pode ir no YouTube e ouvir o mesmo áudio:

www.youtube.com/oquadrinheiroveio

Abracos

O Quadrinheiro Véio

VéioCast #5: Star Wars, Carros 3, e mais nerdices…

VéioCast #5: Bate papo Nerd/Geek: Star Wars:Rogue One, Ghostbusters, Carros 3, Dublagem, X-Men Apocalipse, Warcraft, Anita

Se você acompanha nosso canal, sabe que temos um PodCast semanal: o VéioCast

Esta semana, o bate-papo Nerd/Geek: Star Wars:Rogue One, Ghostbusters, Carros 3, Dublagem, X-Men Apocalipse, Warcraft, Anita (quase) dublando Arlequina e mais umas coisinhas. A gente comenta, brinca, fala besteira, situa… sempre com aquele modo de falar, experiente… mais de 30 anos lendo e acompanhando HQ’s de heróis. E a gente curte muito dividir isso com você.

Esta semana gravamos por Skype, por isso não ficou tão legal quanto a gente gostaria… o próximo volta ao normal. Esta semana a gripe nos pegou pesado !

Conseguimos não falar de Game of Thrones. Mas comentamos sobre os rumores de que o novo Star Wars: Rogue One não agradou aos executivos da Disney que pediram muitas refilmagens. Também falamos sobre a participação de Dan Aykroid em um novo spot de TV de Ghosbusters como motorista de taxi (???!?!?!?!? ), sobre Carros 3 da Pixar, alguna incoerencia em X-Men Apocalipse, e mais umas coisinhas que a gente achou relevante.

Ouça, baixe, comente !

E acesse o canal aqui: www.youtube.com/oquadrinheiroveio

Abraços do Quadrinheiro Véio e do Fábio Renó !

VéioCast #4: GoT, DC Comics e mais…

VéioCast #4: Bate papo Nerd/Geek: Game of Thrones, DC Comics, Warcraft, Disney, Capitão América, Star Trek…

Se você acompanha nosso canal, sabe que temos um PodCast semana: o VéioCast

E agora, também poderá acompanhar aqui pelo blog, não é legal ?

Esta semana, o bate-papo Nerd/Geek: Game of Thrones, DC Comics, Warcraft, Disney, Capitão América, Star Trek e mais umas coisinhas. A gente comenta, brinca, fala besteira, situa… sempre com aquele modo de falar, experiente… mais de 30 anos lendo e acompanhando HQ’s de heróis. E a gente curte muito dividir isso com você.

Impossível a gente não falar de Game of Thrones nestas semanas, já que está “em cartaz”. Além disso, a DC resolveu remodelar-se de novo, a Marvel resolveu tornar um Capitão América um farsante da Hydra, trailers novos de Star Trek, Independence Day… Novo filme de Warcraft que já está sendo mal falado pacas… e mais algumas rabugices dos véios.

Ouça, baixe, comente !

E acesse o canal aqui: www.youtube.com/oquadrinheiroveio

Abraços do Quadrinheiro Véio !