Panini e Petz lançam álbum de figurinhas com mais de 100 raças de cães e gatos

Panini e Petz lançam álbum de figurinhas com mais de 100 raças de cães e gato
Projeto especial também possibilita acompanhar programa Adote Petz, já disponível em todas as unidades da rede

Apaixonados por cães e gatos poderão colecionar os momentos mais divertidos dos bichinhos no novo álbum de figurinhas oficial Petz, resultado da parceria entre a Editora Panini e a Petz, a maior rede de pet shop do Brasil. O livro ainda possibilita acompanhar o programa Adote Petz, iniciativa que colabora para a adoção de animais resgatados por ONGs.   

Os peludos mais queridos do Brasil estão famosos. Ao longo das 52 páginas com espaços para 272 cromos, entre eles, 32 especiais, é possível se encantar com ilustrações de cães e gatos em momentos de lazer, postura de guarda, de caça, sérios, com preguiça, durante as brincadeiras e os treinos de comandos. Além disso, o seu amigo tem um cantinho especial: na contracapa, a fotografia do seu animal é a figurinha principal do livro ilustrado.

O álbum permite também que pais e mães de pets encontrem informações e características sobre animais SRD e de mais de 100 raças de cães – como yorkshire, golden, labrador, buldogue, poodle, beagle, pastor, pug, dachshund, boxer – e de gatos –  persa, siamês, mayne coon, ragdoll, siberiano, angorá, american curl, entre várias outras.

Misturamos as especialidades das duas marcas para fornecer um livro ilustrado divertido e didático para adultos e crianças”, diz Raphael Oliveira, analista de Marketing da Petz.

A publicação traz ainda o programa Adote Petz, projeto criado em 2007, que garante espaços nas unidades da Petz para cachorros e gatos salvos das ruas por organizações não governamentais protetoras de animais. A iniciativa já ajudou na adoção de quase 40 mil animais. O álbum traz um QR Code cuja leitura pode ser feita pelo colecionador  por um aplicativo no celular para verificar em tempo real, sempre que quiser, o número de adoções viabilizadas por meio do Adote Petz.

“Petz é mais um dos produtos desenvolvidos pela área de Projetos Especiais da Panini. Temos como objetivo atender clientes e marcas de forma personalizada, com a produção de álbuns comemorativos de aniversário, ações criativas de endomarketing, ações de engajamento entre alunos ou dinâmicas especiais de integração”, Patrícia Mayr, responsável pela área de Novos Negócios da Panini Brasil.

O álbum está à venda em todas as unidades da Petz e poderá ser adquirido também no site da rede, por R$ 7,90, acessando https://www.petz.com.br/produto/album-de-figurinha-ilustrado-caes-e-gatos-petz.

Ficha técnica

Formato: 21 X 27 cm
Estrutura: 48 páginas + 4 capas
Distribuição: nacional
Capa: tríplex 250 g
Cobertura: verniz UV total brilho frente
Miolo: LWC 60 g
Acabamento: lombada canoa com 2 grampos
Total de cromos: 272, sendo 32 especiais
Preço do livro ilustrado capa cartão: R$ 7,90
Envelope com 5 cromos: R$ 1,99

Sobre a Panini

O Grupo Panini foi criado há quase 60 anos em Modena, Itália. Possui subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos. É a líder mundial no setor de colecionáveis ​​e publicações e a principal editora multinacional de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 150 países e conta com uma equipe de mais de 1.200 pessoas. Para mais informações, visite www.paninigroup.com.

Sobre a Petz

A rede de pet shop é a maior do Brasil em número de lojas, somando 93 no País – em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia e Distrito Federal. Os espaços contam com profissionais especializados nos serviços de banho e tosa, e medicina veterinária. No final de 2018, a rede intensificou sua atuação em saúde com o lançamento do centro veterinário Seres, que alia conhecimento científico a equipamentos de última geração. Soma-se a essa estrutura a unidade Petz Garden, com plantas, flores e material para jardinagem e piscina.

Abraços do Quadrinheiro Véio !

“MENINAS MALVADAS” ganha Sessão Especial de 15 anos no CCSP

“MENINAS MALVADAS” GANHA SESSÃO ESPECIAL DE 15 ANOS NO CCSP

Filme estrelado por Lindsay Lohan e escrito por Tina Fey é exibido de graça no dia 2 de Outubro. Sessão é seguida de debate com Eliane Munhoz, Isabel Wittmann e Suzana Uchôa Itiberê
Celebrando os 15 anos do filme Meninas Malvadas (Mean Girls), escrito por Tina Fey e estrelado por Lindsay Lohan, o Pop with Popcorn e a Sony Pictures Home Entertainment realizam uma exibição gratuita do filme, dia 2 de outubro, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), às 19h30. A sessão será seguida de debate, mediado pelo jornalista Gabriel Fabri, e contará com a presença de Eliane Munhoz (Blog de Hollywood), Isabel Wittmann (Feito por Elas) e Suzana Uchôa Itiberê (Revista Preview / OQVER Cinema e Streaming). Como o evento será realizado em uma quarta-feira, o dress code, opcional, é rosa.

O longa-metragem, lançado em 2004, é dirigido por Mark Waters (Sexta-Feira Muito Louca) e é inspirado no livro Queen Bees & Wannabes, de Rosalind Wiseman. O filme conta a história de uma garota recém-chegada aos EUA e ao colegial, Cady (Lindsay Lohan). Após ser considerada uma loser, ela logo passa a fazer parte do grupo das garotas populares – as “meninas malvadas” do título, lideradas por Regina George (Rachel McAdams, de Doutor Estranho, em seu primeiro papel grande no cinema). O filme ainda conta com Amanda Seyfried, Lacey Chabert e Tina Fey no elenco.

A exibição no CCSP antecede as comemorações do Mean Girls Day, que acontece sempre no dia 3 de outubro. A data é mencionada no filme, quando a personagem de Lohan descreve os seus mínimos contatos com o garoto que ela gosta: na ocasião, Aaron Samuels perguntou para ela que dia era aquele.
Após a exibição, acontece debate sobre a importância e curiosidades do longa-metragem.

Abraços do Quadrinheiro Véio

Trigg lança cartão de crédito do Coringa

Trigg lança cartão de crédito do Coringa

Após sucesso dos cartões dos heróis  da Liga da Justiça – Batman, Mulher-Maravilha e Superman -,  no mês dos 80 anos do Batman, fintech lança o cartão do vilão mais icônico do mundo de entretenimento.

Após o sucesso dos cartões do Batman, Mulher-Maravilha,  Superman e Aquaman (edição limitada), a Trigg e a Warner Bros Consumer Products se unem novamente para trazer o cartão de crédito exclusivo do Coringa. A novidade chegou nesta quarta-feira, 18 de setembro ao mercado, mesma semana dos 80 Anos do Batman, para deixar a coleção de cartões dos heróis da DC ainda mais completa. Desta vez com o vilão mais icônico do universo do entretenimento.

Coringa, um dos maiores vilões da DC Comics, é o quinto personagem a estampar os cartões da Trigg. “Estamos muito felizes em lançar um cartão de vilão! Ainda mais um personagem que traz um humor sádico e uma loucura única. Ele apaixona e encanta os fãs. Estamos “quase” mais animados com o Coringa do que com os heróis!“, brinca Marcela Miranda, Head da Trigg. “Esse lançamento faz parte do que acreditamos como empresa, a conexão emocional com o nosso público. Lançar novidades dentro do universo geek tem sido incrível para a nossa relação com o mercado e com todos que curtem a Trigg. É mais um motivo para comemorar!“, explica Marcela.

Novos e futuros clientes Trigg têm, agora, a opção de escolher entre seis artes, sendo as duas cores originais, grafite ou verde, e os quatro modelos com personagens DC. Para aqueles que já são clientes Trigg, o cartão geek pode ser solicitado na Store do App. Lembrando que é possível manter mais de um cartão ativo. 

Acompanhando o universo geek, a Trigg é o cartão de crédito oficial das próximas três edições da CCXP. Clientes Trigg têm 20% de desconto nos ingressos da CCXP19, que acontecerá entre 5 e 8 de dezembro de 2019, no São Paulo Expo. Para os interessados na modalidade “ingresso social“, o desconto é de R$10,00, com limite de quatro ingressos por CPF – desconto não cumulativo com a meia-entrada. Além disso, o cartão Trigg dá direito a descontos de 20% nas seguintes lojas: Loja Oficial CCXP, Harry Potter Store, Omelete Store, Chiaroscuro e na assinatura do Omelete Box, tanto nas lojas físicas dentro da CCXP quanto online. Todos os clientes também possuem benefícios especiais Visa, por ser a bandeira exclusiva do cartão Trigg.

Isso é especial demais !
Abraços do Quadrinheiro Véio !

CCXP inicia hoje a venda de ingressos para sua 6ª edição

CCXP inicia hoje a venda de ingressos para sua 6ª edição

Primeiro lote estará disponível no site do festival a partir das 20h. Os ingressos de quinta e sexta permanecem com os mesmos valores de 2018

Contagem regressiva para o maior festival de cultura pop do planeta. Começa hoje (terça-feira, 9), às 20h, a venda do primeiro lote de ingressos da CCXP, que acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Os fãs que adquirirem as entradas com antecedência poderão garantir menores valores. Os preços para os dias mais baratos – quinta e sexta-feira – permanecem os mesmos de 2018: R$ 90,00 (meia-entrada) e R$ 180,00 (inteira). Também será possível comprar o ingresso social, a partir de R$ 110 – para quem levar um livro em bom estado para doação. Os ingressos estarão disponíveis pelo site do evento (www.ccxp.com.br).

Além dos ingressos convencionais, também começam as vendas do pacote Epic Experience que custará R$ 1.300,00 no primeiro lote, sem opção de meia-entrada e ingresso social. A credencial dá direito a participar da Spoiler Night, no dia 04 de dezembro, a entrar uma hora mais cedo em todos os dias do festival, a uma foto ou um autógrafo com um dos artistas convidados, além de um kit especial com camiseta, pin, cordão e pôster oficial do festival, assim como descontos nas  lojas Omelete Store, Mundo Geek, Harry Potter, Oficial CCXP e Chiaroscuro Studios.

Haverá ainda a venda do pacote Full Experience, que garante os mesmos benefícios do Epic, além de entrada VIP, acesso ao VIP Lounge com alimentação e serviço de concierge, estacionamento VIP, entrada exclusiva no Auditório Cinemark XD com lugar reservado, quatro colecionáveis exclusivos da Iron Studios, sacola exclusiva, um pôster oficial autografado e uma foto e um autógrafo com quatro dos artistas convidados. As entradas custam R$ 8.000,00, sem meia-entrada e ingresso social.

A cada ano que passa a gente consegue fazer uma CCXP com experiências ainda mais surpreendentes, que vão desde encontros com astros e estrelas de Hollywood até palestras com conteúdos relevantes relacionados ao mercado de cultura pop. São momentos inesquecíveis, tanto para o público quanto para os convidados! Em 2018, tivemos sold out no sábado e no domingo, além dos ingressos Full Experience que esgotaram logo nos primeiros dias. Esperamos repetir o sucesso este ano”, conta Pierre Mantovani, CEO da Omelete Company.

Os profissionais da indústria do entretenimento também poderão adquirir suas entradas para o Unlock CCXP, que teve seus ingressos esgotados em 2018. O evento acontece nos dias 3 e 4 de dezembro e reúne os maiores nomes do mercado para dois dias de palestras, painéis e trocas de experiências. As entradas também estarão disponíveis no site da CCXP, por R$ 1.800,00 no primeiro lote.

Em sua última edição, a CCXP recebeu 262 mil visitantes – mantendo o posto de maior festival de cultura pop do planeta. O primeiro lote será vendido até o dia 30 de abril. A venda do segundo lote acontece entre 1º de maio e 31 de julho, enquanto o terceiro e último lote será vendido entre 1º de agosto e 4 de dezembro. Após 4 de dezembro, os ingressos remanescentes serão vendidos na bilheteria do festival com novo valor, que não é considerado um novo lote.

Serviço CCXP

1º lote – a partir das 20h, de 9 de abril até 30 de abril

Quinta-feira: R$ 180,00 (inteira), R$ 90,00 (meia) e R$ 110,00 (ingresso social).
Sexta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).
Sábado: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social).
Domingo: R$ 360,00 (inteira), R$ 180,00 (meia) e R$ 200,00 (ingresso social).
4 dias: R$ 960,00 (inteira), R$ 480,00 (meia) e R$ 540,00 (ingresso social)
Epic: R$ 1.300,00
Full: R$ 8.000,00
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.800,00

2º lote – de 1º de maio até 31 de julho
Quinta-feira: R$ 200,00 (inteira), R$ 100,00 (meia) e R$ 120,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 260,00 (inteira), R$ 130,00 (meia) e R$ 150,00 (ingresso social).
Sábado: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).
Domingo: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).
4 dias: R$ 1.060,00 (inteira), R$ 530,00 (meia) e R$ 590,00 (ingresso social)
Epic: R$ 1.400,00
Full: R$ 8.000,00
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.900,00

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro
Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).

Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).
Sábado: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).
4 dias: R$ 1.180,00 (inteira), R$ 590,00 (meia) e R$ 650,00 (ingresso social)
Epic: R$ 1.500,00
Full: R$ 8.000,00
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP

Abraços do Quadrinheiro Véio

Orphan Black – Helsinque by MeepleBR

Orphan Black – Helsinque

Olá Quadrinheiro !

Chegou em minhas mãos um lançamento muito legal em nosso país, que também marca a estréia da editora de boardgames Meeple BR no mercado de quadrinhos do Brasil. Orphan Black: Helsinque é um lançamento de respeito pra uma editora que já tem grandes jogos de sucesso em seu catálogo. Sou suspeito: Adoro jogos de tabuleiro e já gostava da Meeple. Mas vamos falar de Helsinque !

Orphan Black é uma série original Netflix que aborda clones ! E com o objetivo de ampliar mais o universo da série, em 2016 pela IDW foram lançadas algumas séries de quadrinhos e Helsinque é uma delas. Basicamente uma prequel que abre um pouco mais sobre a corporação secreta do projeto Ledas, que cria clones.

HELSINQUE

Nesta primeira edição, conhecemos Veera Suominem. Uma menina de rosto marcado, que tem pesadelos e usa drogas pra se manter acordada. De repente, ela descobre que está sendo observada pelo tio e nota algo estranho. Em seguida, foge e descobre que existe uma menina em uma cidade próxima que é exatamente como ela. Juntas elas partem pela Europa procurando mais respostas, encontram mais clones e perguntas. Um mote bem interessante. Adoro mistério científico misturado com conspirações secretas. 

A história é competente e tem uma narrativa legal. Acreditamos e nos inserimos no contexto e é bacana perceber as personalidades díspares das clones, e a forma como enxergam o “problema”. E a total falta de clareza sobre a tal organização do projeto Ledas também aumenta a curiosidade enquanto se acompanha a leitura.

Autores

Orphan Black: Helsinque é um arco completo e este compilado junta as 5 edições. Escrita por Graeme Mason e John Fawcett, também autores da série de TV, em parceria com Heli Kennedy. Acho que ainda poderiam ter diálogos mais bem pensados, mas gostei do que li. E também a narrativa escrita não me pareceu algo em que os escritores estivessem muito seguros ao fazer. A publicação reune Orphan Black: Helsinki 1 a 5, sendo que a numero 1 foi desenhada por Alan Quah e preciso dizer que o traço dele me incomoda demais. Principalmente os rostos. Achei muito amador. Um traço sem constância, com expressões que não me passaram segurança e nem emoção. É um desenhista que já fez muitos quadrinhos baseados em vídeo-games. Mas a partir da edição 2 até a 5 deste compilado, Wayne Nichols e Fico Ossio assumem a arte e as expressões e quadros melhoram visivelmente. Você percebe as emoções dos personagens, algo que no caso de um quadrinho de drama é essencial.

A edição, adaptação e letras são da super querida Germana Viana, artista brasileira de mão cheia, da qual já falei aqui no sincero P.O.V – Point of View. Traduzido por Maria do Carmo Zanini e revisado por Thais Aux.

Recomendo a leitura. Mesmo pra quem não conhece a série, é um quadrinho competente e marca com sucesso esta estréia da Meeple BR nos quadrinhos no Brasil. Ótima escolha, mal posso esperar pra ver o que mais vem por aí pela editora.

Abraços do Quadrinheiro Véio !

PIN oQV – Colecionável EXCLUSIVO

Olhaê !

Chegou o pin exclusivo colecionável do canal O Quadrinheiro Véio !

Uma parceria com a Criarte Design !!

Quer o seu ?

Link de compra, já com frete fixo para todo BRASIL:

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Quer mais PINs ? Compre mais neste link e aproveite o mesmo frete acima !

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

 

E já faça parte dos poucos seguidores do canal que tem um colecionável exclusivo do canal O Quadrinheiro Véio !

Conheça mais sobre a Criarte

  • Os produtos são feitos numa liga metálica chamada Zamac (zinco + alumínio + magnésio +cobre), e por essa liga não conter ferro ela não enferruja.
  • Orçamentos pelo whatsapp

Abraços do Quadrinheiro Véio !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lançamento: Quadrinhos Disney pela Culturama

Lançamento: Quadrinhos Disney pela Culturama

Eu com o Paulo Maffia – Editor Quadrinhos Disney

Olá Quadrinheiro e também você que acumula mais um título ao chegar neste post: Disneyano. Finalmente foram reveladas e lançadas as novas capas das novas revistas em quadrinhos dos personagens Disney no Brasil pela Culturama. E elas estão lindas !

Durante meses, o editor dos quadrinhos Disney da Culturama, Paulo Maffia, fez segredo de TUDO relacionado as revistas. Nem uma única capa, quadrinho ou tema foi revelado antes e ele ainda brincava com muito bom humor em suas redes sociais com as tentativas dos fãs de descobrirem alguma coisa. Vídeos, fotos, imagens corridas, borradas. E a gente ali tentando decifrar, mas não houve meio de descobrimos. Foram dias divertidos e ansiosos.

Evento de lançamento

Obrigado Equipe Culturama
Equipe Culturama

A Editora Culturama, de Caxias do Sul, fez um evento inédito para este lançamento, reunindo artistas, jornalistas, influenciadores e a sua própria equipe para anunciar e revelar as tais primeiras capas da nova fase dos Quadrinhos Disney em terras verde-amarelas. Após uma recepção muito bonita, tivemos um pronunciamento emocionado do Diretor Geral Fábio Hoffman e outros diretores e gerentes. Após apresentar-nos um vídeo sobre os bastidores da produção, Paulo Maffia autorizou a revelação das capas que veio seguida da simpática presença de ninguém menos do que o PATO DONALD, direto da Disney.

E as revistas estão muito incríveis !

Pudemos receber um kit contendo todas as 5 revistas lançadas pela editora. As primeiras edições de Mickey, Pato Donald, Tio Patinhas, Pateta e Aventuras Disney começam do número zero e são EDIÇÕES DE COLECIONADOR, com direito a selo e tudo. Preciso confessar minha ansiedade. Mal podia esperar pra ter a Tio Patinhas número 0 em minhas mãos. E quando finalmente recebi meu kit na saída do evento, foi como rever um velho amigo que mudou de casa e havia passado um tempo longe.

As revistas estão lindas, bem acabadas, com um cuidado enorme. Capas mais grossas, papel especial e 68 páginas com histórias inéditas. Cores vivas no formato 13,5 x 19,5 cm e uma diagramação e tradução feitas e atualizadas, pude perceber que as histórias estão recebendo um carinho muito especial por parte da Culturama. É um respeito enorme com personagens que realmente merecem e um público que as valoriza.

Novidades por aí !

Marcatti, Edson Diogo ( FGdQ ) e Marcelo Borba
       Marcatti, Edson Diogo ( FGdQ ) e Marcelo Borba

Durante a noite, também soubemos de mais algumas coisas. Como uma edição especial com mais páginas trazendo algumas histórias especiais e bastidores dos quadrinhos Disney, ou mesmo a presença confirmada do roteirista e desenhista italiano Franchesco Guerrini, que estará no Festival Guia dos Quadrinhos 2019 em São Paulo em abril. Convidado especial da Culturama, vem comemorar a casa nova do Mickey e seus amigos.
E também anunciou presença na CCXP 2019.
Tem muita coisa boa vindo por aí ainda. Vale a pena acompanhar as redes sociais da Culturama.

Desenhista Fernando Ventura passou a noite dando presentes para os convidados
Desenhista Fernando Ventura

As revistas começarão a chegar nos pontos de venda a partir de março e o mais interessante é que não apenas em bancas, mas em muitos pontos diferenciados, como mercados, farmácias e outras lojas. Assim, a distribuição é mais garantida, e chega em todos mesmo com a diminuição da quantidade de bancas de jornais nos últimos anos em nosso país.

E também existe a opção de assinatura, onde além de receber as edições “0”, tem um brinde super especial. Basta conferir no site da Culturama ( link ).

Enfim, agora vou terminar de ler as minhas. Já devorei Tio Patinhas ( obvio que eu leria esta primeiro ) e Mickey. E ainda tenho mais 3 pra ler. Felicidade é pouco !!!

Abraços do Quadrinheiro Véio !

Cursos do MIS relacionados ao universo dos quadrinhos tem desconto

Cursos do MIS relacionados ao universo dos quadrinhos tem desconto

O MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo – está com inscrições abertas para sete cursos relacionados ao universo das HQs e, até o dia 25 de janeiro, oferece um desconto para todos que visitaram a exposição Quadrinhos, em cartaz no museu até 31 de março de 2019.

O desconto é de 10% e para utilizá-lo os interessados devem inserir o código QUADRINHOS10 no momento da compra e apresentar o ingresso no início das aulas.

Entre as opções estão Criação de personagensFolclore e identidade nos quadrinhosHistória em quadrinhos: gênero e representaçãoA história do século XX pela perspectiva dos quadrinhosA sua história em quadrinhos, Literatura, HQ e a complexidade humana: diálogos possíveis e A história do Jornalismo em Quadrinhos e sua prática. Os cursos são de curta duração e o investimento a partir de R$ 80,00. As inscrições para estes e outros cursos podem ser feitas diretamente no site do MIS.

Confira abaixo os cursos participantes:

Criação de personagens

Data: 16 a 30 de janeiro de 2019
Horário: Segundas e quartas, das 18h às 21h | 5 encontros
Local: sala de interface (20 vagas)
Valor: R$ 150,00

Sinopse: Este curso visa capacitar os alunos a desenvolver personagens, com base em personagens emblemáticos de obras de linguagens diversas. Para isso, várias personagens e seus contextos culturais e de significação dentro da obra à qual pertencem serão examinados, construindo a perspectiva dos mesmos como modelos de inspiração. Parâmetros claros de apropriação e de reconstrução criativa serão fornecidos e os alunos serão estimulados a produzir conteúdos autorais.

Folclore e identidade nos quadrinhos nacionais
Data: 21 a 30 de janeiro de 2019

Horário: segundas e quartas, das 19h30 às 22h | 4 encontros
Local: Auditório LABMIS (64 vagas)
Valor: R$ 100,00

Sinopse: Quadrinhos sempre foram uma forma de expressão efervescente e poderosa do pensamento de um povo ou de uma época. No Brasil, não é diferente: há mais de um século, dividimos nossas histórias, crenças e vontades em quadrinhos para todas as idades, nas mais diversas mídias. Em quatro encontros, a professora Cláudia Fusco explora a natureza do folclore e da identidade nacional embutida nas HQs que fizeram história no nosso país e representaram, de forma inteligente, sarcástica e bem-humorada, o que é, afinal de contas, ser brasileiro.

Literatura, HQ e a complexidade humana: diálogos possíveis
Data: 22 a 31 de janeiro de 2019

Horário: Terças a quintas, das 19h às 22h | 4 encontros
Local: Auditório LABMIS (64 vagas)
Valor: R$ 80,00

Sinopse: A partir da discussão de obras artísticas no formato de História em Quadrinhos (HQ) e de suas adaptações para o cinema, o curso tem como objetivo estimular reflexões, sobre a complexidade da realidade humana, bem como expor aspectos literários do HQ. Nesse contexto, serão abordadas duas obras: Meu amigo Dahmer, de Derf Backdevf, e O corvo, de James O’Barr. As obras trazem personagens com perfis psicológicos marcantes, narrando o humano de maneira ímpar. Cada uma, com sua motivação, segue uma trajetória no limiar da sanidade e loucura que, em certa medida, todos nós já experiênciamos. 

Histórias em quadrinhos: gênero e representação
Data: 4 a 27 de fevereiro 2019

Horário: Segundas e quartas, das 19h às 22h | 08 encontros
Local: Auditório LABMIS (64 vagas)
Valor: R$180,00

Sinopse: O objetivo desse curso é discutir a representação de gênero nas histórias em quadrinhos, o impacto da representatividade nesse mercado, e como as HQs podem ser uma ferramenta potente no debate sobre igualdade e equidade de gênero. Convidadas: Helô D’Ângelo, Lila Cruz e Daniela Cantuaria (Ugra Press). Professora: Gabriela Borges.

A história do século XX pela perspectiva dos quadrinhos
Data: 19 a 28 de fevereiro de 2019

Horário: terças e quintas, das 19h às 22h (04 encontros)
Local: Auditório LABMIS (64 vagas)
Valor: R$100,00

Sinopse: Através de seis obras centrais apontando os principais fatos do século XX, divididas em 04 encontros, o professor Eduardo Molina introduz os alunos ao mundo das histórias em quadrinhos e seus principais conceitos, o imperialismo e o neocolonialismo europeu no século XIX, resultando nas causas da I Guerra Mundial, as duas grandes guerras, a guerra fria e a política americana na segunda metade do século e o atentado do 11 de setembro, que define a nova forma de se ver o mundo no início do século XXI.

A sua história em quadrinhos
Data: 12 a 28 de março de 2019

Horário: Terças e quintas, das 19h às 22h (06 encontros)
Local: sala de interface (15 vagas)
Valor: R$180,00

Sinopse: O curso aborda os aspectos estruturais e definidores das histórias em quadrinhos, apresentando técnicas fundamentais para o desenvolvimento de uma narrativa gráfica. Os alunos serão motivados a explorar diversas possiblidades de criação para suas HQs, a fim de encontrar e amadurecer seu próprio processo criativo. Isso os levará ao debate de ideias, promovendo uma troca de informações que será mediada pelo professor, que também apresentará minúcias de seu processo de criação para estabelecer um referencial ao aluno.

A história do Jornalismo em Quadrinhos e sua prática
Data 11 de março a 03 de abril de 2019
Horário 
Segundas e quartas, das 19h às 22h | 08 encontros

Local: sala de interface (25 vagas)
Valor: R$ 150,00

Sinopse: A proposta do curso é apresentar o contexto histórico em que o jornalismo em quadrinhos se desenvolveu como linguagem, fazendo um retrospecto de referências do século XVI até os dias atuais. No curso, serão abordadas as técnicas necessárias para produção de HQs jornalísticas, estudos de casos e de mercado, além da produção na prática de uma matéria em quadrinhos passando por todas as etapas do processo. Professor: Alexandre de Maio.

Sobre a exposição Quadrinhos apresenta uma ampla retrospectiva da 9ª arte contada através de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das HQs – super-heróis, infantis, terror, aventura, romance, mangá, faroeste e muitos outros – em ambientes temáticos e imersivos que ocupam todas as áreas do Museu, apresentando também a influência das HQs na cultura pop e em outras mídias como cinema e TV. Concebida pelo MIS com curadoria de Ivan Freitas da Costa e expografia da Caselúdico, a megaexposição fica em cartaz  até 31 de março de 2019.

CURSOS MIS: QUADRINHOS
Mais informações e inscrições acesse o site do MIS  ou pelo email cursos@mis-sp.org.br

Abraços do Quadrinheiro Véio

Exposição QUADRINHOS no MIS em SP – Eu já fui !

Exposição QUADRINHOS

Estive visitando a Exposição Quadrinhos do MIS ( Museu da Imagem e do Som ) em São Paulo durante uma visitação exclusiva pra imprensa especializada e achei simplesmente fantástica. Fomos muito bem recebidos pelos produtores, pelo curador da mostra, Sr. Ivan Freitas da Costa que além do desapego de compartilhar conosco itens de sua coleção pessoal, ainda é sócio-fundador da CCXP e da Chiaroscuro Studius.

Visitar o MIS e conhecer a Exposição Quadrinhos é simplesmente obrigatória pra todo e qualquer fã de Quadrinhos. Não existe a menor possibilidade de você não emocionar. E a Exposição é tão grande, que não tem como curtir ela por inteiro, e na sua profundidade em apenas 1 dia de visita.

Mas melhor do que te contar o que é, resolvi te mostrar. Fiz um vídeo mostrando a mostra toda e você pode conhecer ao passar no canal ou ver aqui mesmo.

Quadrinhos
Data 
14 de novembro de 2018 a 31 de março de 2019
Horário
 terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até às 22h); domingos e feriados, das 9h às 18h (com permanência até às 20h);
Local Espaço Redondo, Espaço Expositivo 1º andar e Espaço Expositivo 2º andar

Valor R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia-entrada)

Recomendo fortemente.

Abraços do Quadrinheiro Véio !

MSP Homenageia Museu Nacional do Rio em Penadinho

MSP Homenageia Museu Nacional do Rio em Penadinho

Quando um acontecimento tão triste e sério acontece, a gente sabe muito bem que de alguma forma a galera da Turma da Mônica vai nos amparar e prestar alguma homenagem. E em uma história do Penadinho com a Dona Morte, a Turma do Cemitério, o bom amigo Flávio Teixeira de Jesus assina o roteiro, que tem a arte de Jairo Santos e Kazuo Yamassake e letras de Elisa Lacerda. Com uma sensibilidade ímpar nos presenteia com uma história para que o desastre do Museu Nacional do Rio de Janeiro nunca seja esquecido. E que possamos seguir em frente, refletindo e pensando no que perdemos e em como não deixar isso acontecer de novo.

O incêndio e a destruição de toda a história do museu é consequência do descaso de uma nação e não apenas de um ou outro órgão público. Pra muita gente aquele local nem existia. Um museu esquecido, assim como qualquer coisa é como se não existisse. O que houve foi a materialização de algo que já acontecia. Se ninguém visita o museu, pra que museu ? Se ele não tem a serventia para a qual foi criado, o universo se encarregou de “fazer a vontade” do povo ?

A reflexão que fica é: se este museu fosse valorizado por uma parcela maior da população, isso de fato aconteceria ? Se ele recebesse regularmente uma quantia de pessoas que cobrassem maior manutenção, seria deixado de lado ao ponto de culminar neste incêndio ? Se o povo fosse mais culto e valorizasse mais a educação, se educação fosse prioridade no país ( não apenas por parte do governo, mas por parte do povo ), teríamos mais pessoas com desejo de aprender sobre história ?

O que aprendemos ?

Amo história e fico triste com a perda. Mas sei que 90% do nosso país não está nem aí e não entende o que houve. Isso é mais triste ainda. Obrigado mestre Mauricio de Sousa. Obrigado amigão Flávio Teixeira.

Emocionado demais com seu presente.
Segue abaixo pra você ler, na integra, a historinha.

Abraços do Quadrinheiro Véio.

Mais Turma da Mônica no blog !