quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Chico Bento: Pavor Espaciar

Olá, Quadrinheiros.
No post de hoje vou falar de um personagem que é o meu preferido do Maurício de Souza: Chico Bento. Naturalmente por eu ter vivido a vida inteira no interior de SP, e tendo meus pais mais do interior ainda, tenho muita familiaridade com as situações deste caipira apaixonante que o Mauricio criou.
E esta publicação em especial é muito legal, porque faz parte da séria Graphic MSP, na qual o Maurício convida outros artistas pra produzir hq´s com seus personagens e são lançadas em capa duro, formato de luxo. E esta em particular é mesmo muito luxuosa, não apenas pela impressão e capa, mas pela qualidade da estorinha. Pavor Espaciar é mesmo Especiar ! ( com o perdão do trocadilho… )
Uma característica muito rica do Chico Bento é sua inocência ( aliás de todos os personagens do MS, a inocência é o que faz ser “bonitinho” ) e quando o Chico e o seu primo Zé Lelé são abordados e abduzidos por alienígenas, eles não sabem nem o que pensar sobre isso. Segue-se uma hq divertida, com poucos diálogos, mas com uma arte diferenciada, linda, com movimento incrível. Realmente dá a impressão que eles se mexem.

O autor Gustavo Duarte, que também é do interior de SP, foi muito criativo e fez uma coisa que eu adoro: colocou muitas referencias a cultura pop. Podemos encontrar referências que vão desde Ultrage a Rigor e Michael Jackson até programas do History Channel e Guerra nas Estrelas, isso citando por baixo, falando pouco. A coloração é bem simples, mas os traços que são bem diferentes dos originais conquistam muito e passam o ar de “matuto”. E além disso a participação do Torresmo e da Giserda são essenciais. O porquinho jogando Sabbac é hilário.

Não posso falar mais sem entregar o enredo da hq e acho que boa parte das risadas vem do inesperado e também dos clichês que são usados de forma brilhante, diferente da maioria, inusitadamente. 
Recomendo mesmo.
Abraços do Quadrinheiro Véio.

About The Author

Related posts