segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Homem-Aranha – Azul

Homem-Aranha Azul… Esta edição me deixou, literalmente, in blue…

A vida é tão corrida e tão “cheia” de coisas que as vezes nos esquecemos de nossa essência.fb_marvel-67376_0
Toda a minha vida fui leitor de HQ. Desde que me lembro leio histórias inspiradoras que me ajudaram a formar minha personalidade e o primeiro que conheci foi o Homem-Aranha.
Minha gratidão a ele não tem preço e li tanto deste herói que pra mim é como se fosse um dos meus melhores amigos. E se pensar bem, ele é. Já que está na minha vida desde meus 6 anos de idade, né … ?
Ler este livro hoje me fez sentir uma emoção sem igual. Chorei no final. Chorei sentido, junto com ele. Eu estava “in blue” . É uma homenagem à um personagem tão incrível e mesmo até hoje, que eu leio e li de todos os outros, ele ainda é o maior deles. Pela humanidade que apresenta.

Pode ser que tenha alguns “spoilers” no texto, ok ? Eu tento evitar, mas as vezes passa algo e não quero que brigue comigo por isso.

Homem Aranha AzulEm Homem-Aranha Azul, temos um Peter Parker se permitindo uma fragilidade que vemos pouco nele. Embora ele seja sempre uma pessoa mais emocional do que racional, tenha um caráter “meio” depressivo, momentos totalmente reflexivos, melancólicos como o desta edição, acontecem raramente.

E a condução desta narração é feita por ele mesmo. Nas 6 edições de Spider-Man Blue que estão reunidas na edição que eu li da Coleção Oficial de Graphic Novels da Marvel pela Editora Salvat, temos uma condução 100% emocional. É a historia por trás da historia, sabe ? É o Peter Parker conhecendo e se apaixonando pela Gwen Stacy. É um outro ponto de vista sobre uma historia que todos amamos, sobre o começo de um clássico super-herói numa época mais simples, mais honesta, mais humana.

Quer o Duende Verde Original ? Tem !Homem Aranha Azul

Quer o Rino ? Tem… Doc Oc ? Tem… rs… Quer o Abutre ? Kraven ? Flash Thompson ? MJ? O Lagarto ? Todo mundo aí ! Eu adoro estes momentos que mostram a “mente” dos personagens e não os fatos externos. Gosto de saber o que eles pensam e sentem. Como eles se percebem, como eles se estruturaram mental/emocionalmente para se tornarem os heróis que vieram a se tornar. A jornada do herói segue uma mesma estrutura, mas o detalhe, o caminho mental, é distinto para cada um. Seja o Super-homem ou o Batman… Seja o Hulk ou o amigão da vizinhança, é sempre o detalhe que os diferencia, no seu comportamento, no seu “eu” profundo. Na auto imagem que ele faz de si mesmo. Acho que é um pouco aquele lance do “cada um sabe a dor e o prazer de ser quem é”. Rever tudo do ponto de vista do Peter, desde as paqueras as batalhas, principalmente o lado mais Homem e menos Aranha, é muito bonito.

Homem Aranha AzulVocê já se perguntou o motivo de o Homem-Aranha ser o mais famoso e mais celebrado herói da Marvel ? Pode ser que por uma coincidência do destino, ele não seja o seu preferido, mas ele é o preferido de uma grande maioria dos leitores. Claro que muita coisa mudou com os filmes, principalmente a partir de Homem-de-Ferro nos cinemas, em que a Marvel conseguiu dar popularidade ao segundo escalão dos heróis da editora, mas nem sempre foi assim. Em outros posts eu comento mais sobre este “time B” de heróis da Marvel, como os Vingadores e cia… Na minha época de adolescente, Vingadores não chegava nem perto de um Quarteto Fantástico, quanto mais dos X-Men. Mas ele é o favorito pela sua humanidade, por ser como nós. E por nos inspirar a ser um pouco mais, mesmo que ao tentar fazer tudo certo, a recompensa não seja a que esperamos e mesmo assim, queremos acreditar e seguir em frente. Ele mostra o tempo todo que responsabilidade não tem a ver com recompensa, mas com fazer o que é certo.
Por isso, minha gratidão de hoje é a um mundo que eu vivo e que existe o Homem-Aranha nele ! Mesmo que apenas no mundo das idéias.Homem Aranha Azul

O desenho é de Tim Sale. Uma obra prima… traços simples, fortes, uma mão firme que ao mesmo tempo que procura ser fiel a anatomia, deixa claro que é uma HQ. Olhos que transmitem sentimentos reais, quentes, profundos…  É só dar uma olhada nos desenhos do Duende Verde pra perceber a loucura e a raiva no olhar. Perspectivas bem feitas e as cores bem duras, claras, sem a pretensão de parecer uma pintura. Mais uma homenagem dos artistas, que no caso das cores é o Steve Buccellato. O roteiro de Jeph Loeb é conciso e como já disse, emocional. Ele sabe dar o toque perfeito nos diálogos. E a escolha desta época, de um momento tão marcante nas HQs, que é o lamentar da morte de uma personagem, simbolizando toda uma perda de inocência, já que uma personagem principal, talvez uma das maiores influencias do personagem, veio a quebrar e mudar os rumos da própria condução das historias que viriam a seguir. E o mais bonito, nesta HQ, embora o tempo todo a gente perceba a saudade na narração, é contada a historia da conquista e não da perda. A ultima frase da MJ na revista é de fazer a gente chorar de soluçar de tamanha humanidade… e amor.

Homem Aranha Azul

Bom, acho que já escrevi muito. Leia Homem-Aranha Azul. Vale cada centavo. Aliás, vale até mais ! E gostaria de saber o que você achou, por isso, deixe seu comentário !

Grande Abraço do Quadrinheiro Véio !

Homem Aranha Azul

FACEBOOK

About The Author

Sou um leitor de Quadrinhos e fã de cinema desde que me entendo por gente. Minha primeira "revistinha" ganhei da minha mãe em 1983 e desde então não parei mais de ler. Portanto este é um blog de um cara que começou a ler HQs há mais de 30 anos e continua apaixonado por este universo !

Related posts