domingo, 22 de outubro de 2017

O Fantasma – Piratas do Céu

Olá, amigos Quadrinheiros !
 
Após um longo ‘sumiço‘, estou e volta com meus ‘pareceres‘ sobre algumas publicações. Tenho procurado me dedicar em procurar alguns assuntos bacanas para o canal de vídeo também, mas ainda não pude parar pra fazer.
 
Hoje falarei sobre o “Espirito que Anda” em uma aventura clássica, que foi relançada ano passado pela Editora Pixel e eu cruzei por ela na fila das lojas americanas e não resisti a comprar. Em “Piratas do Céu“, o Fantasma luta para desmantelar uma quadrilha de piratas aéreos, algo totalmente inusitado até então. E, poxa vida, como eu gosto de ler estas publicações antigas… como diria Obi Wan : Armas mais Elegantes, em Épocas mais Civilizadashehe. :)
Uma coisa interessante sobre esta revista é que ela reúne as tiras de jornal da época. As duas histórias que compõem o encadernado foram publicadas em tiras de jornal entre 1936–1937 e 1941–1942. Podemos dizer que era o comecinho das HQ´s como conhecemos hoje. Seriadas e com um ritmo mais lento, é curioso perceber que o poder do Fantasma estava em sua inteligencia, habilidades físicas como força e resistência e em sua lábia. Eu conheço muito pouco sobre o personagem.Acho que a época que mais tive contato foi no desenho animado do final dos anos 80, os Defensores da Terra, em que ele tinha até o poder de invocar características de animais ( Por meus poderes da selva, conclamo a força de 10 tigres ! ) … algo muito doido… hehehe… e o bacana é perceber que ele atua na costa africana, mas está em todo o canto do globo, lutando contra piratas. Como ser o Fantasma é algo de pai para filho em segredo, a lenda diz que ele tem mais de 400 anos e é respeitado pelas tribos africanas pelo bem que promove e pela sua habilidade de sempre conseguir o que quer. É um herói das antigas, numa época pré-superpoderes e que, na minha opinião era muito bem escrito.

Temos que observar umas curiosidades interessantes ao ler o Fantasma dos anos 30/40 que é o machismo estampado nas tramas. Embora reacionário em muitos aspectos ao colocar mulheres como sendo piradas de aviação, sempre extrapola colocando-as escravas de suas paixões e um Fantasma “malandrão” se aproveitando disso para vencê-las. A ação é pouca, mas a inteligencia da trama é muito grande e nem tanto clichê.

Tem uma passagem que ele vence algumas mulheres, todas pilotos de avião, enfrentando a morte no céu, apenas com um ratinho… hahahaha… confesso que até dei risada quando vi isso. :´) Mas uma coisa eu preciso admitir, as mulheres da trama estão sempre sensuais, ‘na estica’… hehehe… vestidos curtinhos, saltinho nos pés… mesmo na praia e na areia. E o Fantasma sempre com expressão sarcástica, séria, ácida… implacável !  ( Tipo… no cinema bem que o Liam Neeson poderia interpretá-lo. )
Esta saga clássica foi escrita por Lee Falk, criador do personagem e também pai do Mandrake e por Ray Moore. Acho que os desenhos são bem ao estilo da época, com os quadros de tamanho padrão, já que originalmente era toda publicada em jornais.

Nesta época, o Fantasma era lido por mais de 100 milhões de pessoas e toda esta projeção veio com os jornais. Imagina este Lee Falk, bolando um herói que andava com duas pistolas e um lobo muito obediente, chamado “Capeto“, pelas florestas e selvas africanas, morando em uma caverna de uma cidade fictícia chamada Bangala. Gosto destas reflexões, quem sabe isso me ajuda a ter idéias originais hoje em dia, tão difícil com a internet por aí equalizando todo o conhecimento mundial e dando acesso pra todo mundo. Talves seja isso que me fascina nas histórias pré 1990… a ausência de internet e celular deixava tudo mais interessante, mais difícil… e não faz a menor falta quando bem escrito. Bons tempos…

Bom, é isso.
Recomendo a leitura aos que amam HQ´s pelo que são: Arte. Mas se vc é fã apenas de Novos 52, nem chegue perto… pode ser que não consiga admirar uma boa história ao ter este tesouro em mãos. :p
Abraços do Quadrinheiro Véio ! 

 

 

 

 

Bônus : Os Defensores da Terra !
Devo mencionar aqui que a trilha de abertura era uma das mais legais que tinha na época… Pau a Pau com as contemporâneas ThunderCats e SilverHawks !

 

 

About The Author

Related posts

3 Comments

  1. vagner araujo

    Então, a coisa das cores é o seguinte: O autor tinha concebido o personagem em cor verde(faria sentido, afinal estaria camuflado nas selvas…) Só que devido a um problema de impressão, saiu com tonalidade roxa. Para não perder toda a tiragem do jornal "só" por causa das tirinhas lançaram roxo mesmo. E assim ele chegou no Brasil, em cor roxa. Só que na Espanha lançaram em vermelho por causa da recém criada bandeira espanhola (ná época, claro) e pelo fato do roxo ser muito ligado aos Bascos. Algum editor Brasileiro esteve por lá, viu o Fantasma vermelho, gostou e mandou fazer aqui também. Diz a lenda que existem edições ultra raras em que o Fantasma está na tonalidade original verde, também existe o marrom na África e amarelo na ásia. E aqui termina meu conhecimentos sobre o assunto!!rsrsrs
    Abração!!

  2. oquadrinheiroveio

    Oi, Vagner !
    Caaara, que legal ! Adorei saber !! Eu também não sabia que vc gostava tanto do personagem ! Eu conhecia pouco, li muito pouco… e estou fortemente afim de procurar nos sebos algumas revistas dele. Uma coisa que eu nunca entendi foi este lance das cores… o que foi esta fase roxo e vermelho dele ? Já vi os dois, mas nunca entendi porque esta diferença !
    Abraços e seja sempre bem vindo !

  3. vagner araujo

    Puutz!!!! Fantasma!!!! Eu nunca esperava um comentário deste herói…
    Realmente me surpreendeu!!! Sempre curti o Espirito que Anda! A minha versão favorita é a vermelha!!rsrsr Chegou a pegar essa discussão, roxo ou vermelho???rsrsrsr
    Li muita coisa deste personagem quando garoto, e realmente gostaria de ter uma coletânea bem caprichada dele, cairia super bem! Uma de minhas histórias favoritas é quando sequestram o filho dele o levando para a cidade…chegou a ver essa??
    Chegaram a fazer um filme ruim com o Billy Zane, mas não tinha o mesmo "clima" dos quadrinhos!!

    Grande abraço, desta vez muito surpreendido!!!

    Vagner

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *