Wolverine – Arma X

Wolverine Arma X Recordo me quando eu li pela primeira vez esta saga… Lembro de ficar muito, muito perdido, de ler devagar, olhando cada detalhe. Wolverine – Arma X é uma das edições obrigatórias para qualquer fã de HQ´s. Sério. Na época que eu li, ela foi lançada num formatinho da Abril, Wo...
Read more
GUERRA CIVIL

Poxa, nem sei como começar. Fiz este blog pra ser sincero e pode ser que meu relato do que eu achei desta edição da Coleção Salvat não seja o que a maioria vai concordar. Mas tenho um compromisso de ser verdadeiro aqui e como não tenho a intenção de afrontar e nem ofender ninguém, saiba ...
Read more
Justiceiro Max – Rei do Crime

Olá Quadrinheiro amigo.   Acho que ainda não falei sobre o Justiceiro aqui no blog, e foi por falta de oportunidade já que é um dos personagens que eu mais gostava de ler nos anos 80 começo dos 90. O comportamento neurótico do personagem aliado ao clima de gangsteres que figura na maioria de suas ...
Read more
Surpreendentes X-Men – Perigoso

Primeiro gostaria de dizer que estou muito grato por esta Coleção Oficial de Graphic Novels da Salvat por ter me resgatado como leitor de HQ´s. Esta edição dos mutantes é uma das gratas surpresas do que eu perdi da casa das idéias durante estes mais de 15 anos de ausência em minhas leituras. Pelo jeito...
Read more
Surpreendentes X-Men – Superdotados

Leio X-Men desde sempre, e confesso que na minha infância e adolescência eu e meus poucos amigos leitores de HQ´s pronunciávamos ‘xis-men‘( heheheh ), não sabíamos a pronúncia correta e líamos assim, bem como diversos outros nomes de personagens. Este ‘sempre’ foi interrompido no...
Read more
Demolidor – Diabo da Guarda

Estou de volta, amigos Quadrinheiros. Perdoem a longa ausência. Falar sobre o Demolidor é uma delícia pra mim. O homem sem medo se tornou um dos meus prediletos na minha infância/adolescência e era o grande motivo de eu ir as bancas todo mês buscar minha edição de Super Aventuras Marvel ( SAM...
Read more
Caveira Vermelha: Encarnado

Olá, Quadrinheiros ! Não sou muito fã de publicações que visam humanizar alguns personagens, dar um passado crível em que uma pessoa, mesmo com escolhas fáceis, se torna um vilão muito mau. E é o que esta série encadernada tenta fazer. O ano é 1923 em Caveira Vermelha: Encarnado, e vemos o jovem Johann...
Read more