sábado, 16 de dezembro de 2017

Surpreendentes X-Men – Superdotados

Leio X-Men desde sempre, e confesso que na minha infância e adolescência

eu e meus poucos amigos leitores de HQ´s pronunciávamos ‘xis-men‘( heheheh ), não sabíamos a pronúncia correta e líamos assim, bem como diversos outros nomes de personagens. Este ‘sempre’ foi interrompido no meio dos anos 90, quando parei de ler tudo. Mas o principal motivo de eu ter deixado os X-Men foi o dramalhão mexicano que os argumentos das HQ´s estavam se tornando. Estava cansativo e repetitivo e sem perceber, parei de acompanhar.

Acho que pode ter sido por isso que eu demorei tanto pra pegar este exemplar na minha prateleira e finalmente me permitir a leitura e vejo que pouca coisa mudou. Não me entendam mal, eu gostei da edição, mas não achei sensacional ou surpreendente. Talvez pra quem não os conheça possa até ser uma grande história, mas pra mim, achei boa e só isso. Vou me esforçar pra explicar este ponto de vista nas próximas linhas e perdoe-me se ferir o gosto e opinião pessoal de alguém. Como sempre digo, respeito e acho que todas as percepções são válidas e aqui eu compartilho a minha, ok ?
Bom, dito isso, Os Surpreendentes X-Men: Superdotados começa de modo bem nostálgico, aparentemente buscando resgatar alguns personagens e fazer um link com leitores mais antigos, bem como atualizar os mais recentes. Temos o retorno da Kitty Pryde à Mansão X e Joss Whedon tenta restabelecer a escola como uma instituição educacional de pessoas especiais. Digo tenta porque fica meio vago. Entendo que é apenas um “pano de fundo” pra história, mas acho que poderia ter mais detalhes. Ficou bem cinematográfico, mas não de uma forma que eu achei que encaixou bem em um formato de HQ. HQ´s pedem mais detalhes funcionais, enquanto cinema são detalhes referenciais, apenas pra situar quem assiste. De qualquer forma, só pela intenção dele já achei legal.
Esta Graphic Marvel reúne as edições 1 a 6 de Astonishing X-Men de 2004. Ao que me parece, ela vem após os acontecimentos de E de Extinção, em que, mais uma vez, os X-Men se veem precisando reunir uma nova equipe. Os mutantes já

apresentaram a tal “segunda mutação“, e o Fera está com aquela aparência felina ridícula, a Emma Frost transforma o corpo em diamante e talz… Mas fora isso, a história anda bem. Gosto do ritmo, gosto de rever os “amigos” de outrora como a Kitty Pride, Nick Fury branco e o Wolverine e também gosto muito de ver o Ciclope botando pra quebrar. Embora mais descontrolado do que o normal, é bacana ver o líder natural dos mutantes assumindo seu posto. Tem uma passagem interessante em que, após um ataque devastador de sua rajada ótica, Ciclope ouve de Logan que as vezes é bom lembrar porque ele é o líder da equipe.

Vemos alguns momentos também que acontecem passagens desnecessárias, como o Logan brigando com o Fera e uns blá, blá, blá mutantes de sempre, mas que imagino que isso esteja de algum modo preparando o terreno pras histórias posteriores. Mas o que mais gosto é de ver o Colossus de volta. O mutante russo capaz de transformar seu corpo em aço orgânico é um dos meus preferidos e é bom ver ele de volta e arremessando o Wolverine. Foi certamente um ‘momento delicia‘. ( hehehehe )
Os desenhos são de John Cassaday e pra mim, não vi nada de mais. Ele resolve, e só. Não achei nada de extraordinário ou digno de nota, aliás, é mais um que parece que tenta fazer cada quadrinho parecer um poster ou capa. Não gosto. Mas, como disse, resolve. Conta bem. Ao menos não incomoda.
Resumindo, só é épico porque é mais um re-start nas HQ´s mutantes e tenta mais uma vez resgatar a glória dos anos Claremont, mas na minha opinião, não consegue. Na coleção da editora Salvat ela tem uma continuação que irei escrever em outro post, e que já adianto, eu gostei bem mais do que desta introdução. Acho que a verdade é que estou ficando velho pra tanto “nhê-nhê-nhê” mutante… hehehe….
Abraços do Quadrinheiro Véio !

About The Author

Related posts

7 Comments

  1. Hosting

    Compre Surpreendentes X Men Superdotados, de Joss Whedon John Cassaday, no maior acervo de livros do Brasil. A Compra Garantida Estante Virtual й uma garantia de que vocк receberб a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra.

  2. oquadrinheiroveio

    hahahaha !!! Valeu mesmo ! Agora vou começar com a "Perigoso" ! Ainda não peguei a Guerra Civil, mas a moça da banca já me ligou avisando que está guardadinha lá pra mim…
    Abração !

  3. vagner araujo

    Opa…obrigado!! É um prazer participar!
    Pois eu também fico sempre a espera de suas análises muito bem feitas e que demonstram de fato paixão pelas HQ's e não somente o "trabalho emburrecido" de um "crítico profissional". Hoje peguei Guerra civil, estou com medo até de ler…pois falam tanto desta HQ que minha expectativa está alta!! Vamos ver…
    Forte Abraço!!

    PS: Ótimo gosto musical também, hein?!?!?!

  4. oquadrinheiroveio

    Oi, Vagner.
    Sempre aguardo suas observações. Acho que você enriquece muito ao compartilhar sua percepção com a gente.
    Acho que sua visão é muito válida embora diferente da minha analise.
    Realmente acho que este lance de situar o leitor pra ele saber um pouco do histórico que realmente vale na HQ do momento é bacana. Acho que eu é que estou ficando um pouco "cansado" de muita repetição de formulas… sei lá.
    Se qq forma, não é que não gostei. É que não empolgou, sabe assim ?
    Obrigado mais uma vez !
    Abraços

  5. oquadrinheiroveio

    João Vitor, seus comentários sempre acrescentam muito a este site e a minha pessoa. Concordo com muito do que você colocou e fiquei curioso sobre esta sedução do Colossus… hehehehe… mas, como eu disse, acho que estou ficando meio nostálgico com a idade.
    Abração !

  6. vagner araujo

    ahhhhh….não é possível que vc não gostou….é sério?
    Bem, eu gostei bastante!
    Gostei por ser uma história descompromissada, sem a necessidade de se ter séculos de conhecimento da cronologia mutante e ainda assim respeitar o passado dos personagens. Tipo assim: "Eu Sou Kitty, e já chamei o Prof. Xavier de idiota, se quiser conferir, é só buscar…se não, vamos em frente!!"
    Realmente não é perfeita, o fera está ridículo mesmo e também não gosto da Rainha Branca nos x-men (Kitty, vc não está sozinha!!rsrsrs) Mas os diálogos estão afiados e o sentimento de recomeço ficou bem evidente, pelo menos para mim!
    A arte eu já achei o carro chefe…muito bonita!!(rsrsrsrs) Gostei bastante das expressões faciais, enquadramento, dinâmica, anatomia…enfim, curti muito o desenhista!! Traços limpos e firmes, sem firulas!
    Detalhe: A minha eu comprei em um encadernado da panini que reuniu as 12 primeiras edições, e não vi necessidade de comprar os da Salvat, uma vez que só estou comprando os que realmente me interessam.
    Detalhe 2: Meus comentários são baseados no meu sentimento de uns dois anos atrás quando li a edição, e não tinha a menor ideia de quem eram os artistas…ou seja, bem imparcial!! hehe

    Forte abraço,

    Vagner

  7. João Vitor Buarque

    Eu realmente acho que a Salvat está cumprindo a promessa desta coleção ser um "porta de entrada" para os que querem começar a ler HQ's… Eu recomendaria uma história dessas para alguém que quisesse começar a ler uma HQ da Marvel; não são os primeiros volumes que são apresentados, mas introduzem ao básico.

    Em relação à HQ… eu sempre gostei dos X-Men, mas nunca havia lido um HQ atual da equipe por medo. Medo de não gostar ou de ficar "preso" às revistas (só agora comecei a acompanhar a revista dos mutantes). Então, embora eu já estivesse acostumado às histórias mutantes, "Superdotados" me ajudou a engessar nas histórias mutantes. Acho que o roteiro de Joss Whedon é bastante boa, embora eu ache que pode ter sido um pouquinho melhor em relação ao desenrolar, talvez porque eu tenha lido "tudo de uma vez" num volume só ao invés de ficar na ânsia de espera para a próxima edição.
    Em relação à arte de John Cassaday, eu, particularmente, acho realmente muito boa, ele não exagera (pelo que eu vi) como muitos artistas fazem em histórias em quadrinhos em músculos ou seios. Também gosto do jeito que ele desenha rostos, novamente, não acho que ele exagera (vide, na minha opinião, Humberto Ramos, às vezes ele faz um desenho bom, mas na maioria das vezes ele se empolga e bota personagens com olhos desproporcionais, vesgos, bocas tortas e etc.. rs). Mas voltando para Cassaday, a coisa que mais gostei dele nesse arco foi como ele desenhou a Kitty Pryde, que, para mim, é uma das melhores "versões" dela… principalmente porque ele desenhou ela literalmente seduzindo o Colossus…
    ( ͡° ͜ʖ ͡°)
    Mas que infelizmente não terá o arco onde isso acontece nessa coleção…

    De um modo geral, adorei esta edição e não me arrependo de tê-la comprado, e para mim, serve como ótima introdução às histórias mutantes para iniciantes (ou para os que pararam de ler há um tempo e querem voltar e se acostumar) e um tipo de história a se lembrar para veteranos (e para os futuros veteranos!) por ter revolucionado os X-Men.

Comments are closed.