O Incrível Hulk – Planeta Hulk

E aí, amigos leitores !!
Vamos falar hoje do Golias Esmeralda, nosso garoto
nervosinho da Marvel. O Incrível Hulk – Planeta Hulk traz nosso raivoso verdão de uma forma muito inusitada. E esta é mais uma das publicações dos anos 2000 que me surpreenderam muito. Tanto a narrativa quando os desenhos.
Se é que alguém ainda não sabe, nosso amigo Hulk é enviado para outro planeta pelos Illuminati, um grupo formado pelos maiores crânios da Terra, como Tony Stark, Namor, Dr. Reed Richards, Dr. Estranho, Prof. Charles Xavier, Raio Negro entre outros. E nesta de ser enviado, com muita raiva, ele acaba quebrando os controles e atravessa um fenômeno espacial e vai parar em um planetinha bem esquisito, desértico e cheio de criaturas insectóides. Neste planeta, conhecido como Sakaar, ele acaba sendo confundido ( ou considerado ) o messias e salvador do povo oprimido e, como bom anti herói que é, se recusa a ajudar e no final, acaba salvando todo mundo e se tornando o novo Rei do planeta. Creio que o título se refira a isso, e também ao fato de que quando ele sangra, o sangue verde dele causa alguma reação no solo e começa a nascer plantas onde ele se esparramou. Se isso não é uma referencia bizarra ao antigo testamento, eu não sei mais o que pode ser. ;p
Bom, agora que você já sabe do que se trata, vamos as opiniões deste velho que voz fala. Leia esta HQ. É uma das poucas coisas boas que eu lí do Hulk a bons anos. Aliás, a muuuitos anos não tem algo digno de nota deste personagem tão icônico e tão fiel as suas origens. Praticamente não existe Dr. Bruce Banner nesta HQ, é apenas o Hulk sendo Hulk. Poderia ser um pouco mais burro, mas aí, acho que não rolaria uma narrativa boa. Creio que colocar ele entre seus iguais, entre monstros como é feito, dá uma perspectiva do personagem como
não tínhamos pensado antes. Ele luta por ele e pelos dele. É a libertação dos párias, dos seres fora-do-padrão, e acho que é aí que rola aquela identificaçãozinha básica entre nós nerds e o Hulk, já que na nossa infância ( ok, na minha era assim ), sofríamos até um bulling por ler HQ´s. Tudo é identificação, galera… mesmo aquela que você não consegue ver, ou se recusa a ver. Procure sempre em tudo que vc gosta e desgosta, e perceberá mais de você do que gostaria. Acho que vale também comentar e dar destaque para a quantidade de personagens criados para a saga, e o aproveitamento de outros que apareceram com outros herois. Sempre sendo considerados monstros, inimigos e aqui podem ser vistos em outro angulo, como vitimas, ao ponto de você compadecer com eles. Acho que a profundidade psicólogica apresentada é barbara e muito bem pesquisada. Se você gosta de antropologia, pode ler esta publicação com fome, porque é um exercício social incrível. Podemos perceber que, sabendo renovar as idéias clichês, elas dão um bom caldo. Se você conhece o Poder do Mito, de Campbell, vai entender do que estou falando.
Em Planeta Hulk é possível ter momentos de grande reflexão interior. Se colocar no lugar de vários personagens. Tem uma narrativa até complexa que se contrapõe a simplicidade de um personagem como o Hulk. Uma característica muito forte que percebo nos quadrinhos dos anos 2000 é esta mania de tentar ser complexo e polêmico. A diferença é que nesta saga, Greg Pak consegue. consegue dar a medida de drama e aventura, de reflexão e empolgação impensada na medida para se tornar memorável. Não é à toa que tanta gente fala desta HQ. Em uma época em que tanta porcaria é lançada, algo assim, feito de ouro brilha como diamante.
A arte é de Carlo Pagulayan & Aaron Lopresti. Dois nomes que eu nunca ouvi falar e que tem os traços bem no estilo de sua época. Não ví nada demais, nada que fosse digno de nota. Aliás, eu não sou muito fã de desenhistas que gostam de colocar uma capa por quadrinho, ficam poses tão irreais que fica forçado, mas no caso deles, e desta HQ, isso não atrapalha e nem incomoda. Mas perceba se não estou viajando demais. Tipo, a arte é eficaz pra contar a história que é muito boa. E só.

Acho que Planeta Hulk deve ser lido por todo fã de HQ. Principalmente aquele fã que tem vontade de ler uma boa história do Hulk. A editora Salvat lançou esta saga em duas partes em sua coleção oficial de graphic novels, ao preço de, praticamente, 33 reais cada. Sei que tem um encadernado da Panini com a saga inteira, mas não sei informar o preço.
Inclusive, foi lançado um desenho animado baseado na saga, que você pode encontrar em DVD facilmente. Tirando algumas adaptações simples, necessárias e algumas simplificações para o publico infantil, é bem fiel a HQ. Também vale a pena assistir.
Abraços do Quadrinheiro Véio !