Arcane Sally & Mr. Steam – Novo Catarse de Jefferson Costa

Arcane Sally & Mr. Steam – Novo Catarse de Jefferson Costa

Jefferson Costa, o genial autor do MSP do Jeremias – Pele, está com novo projeto no Catarse. E eu, como bom consumidor de HQ’s não poderia deixar de te contar isso.

Agora, o objetivo desta campanha é trazer para os leitores brasileiros a versão traduzida e impressa o primeiro arco com os três primeiros capítulos do bem-sucedido projeto steampunk: Arcane Sally & Mr. Steam. Uma parceria de um premiado roteirista americano com um prolífico artista brasileiro.

Sobre a HQ

Lorde Percival Cawthorne, ou, como é mais conhecido, Mr. Steam, é um ousado agente da Coroa Britânica da Era Vitoriana. Junto com seu fiel valete Horatio Runnymeade, eles trabalham para a misteriosa agência: Her Majesty’s Inquiry Into Peculiar Circumstances, especializada em ameaças paranormais e sobrenaturais.

Quando Thaddeus Churche, um criminoso que todos viram ser julgado e executado, aparentemente volta dos mortos e elimina vários agentes da Coroa que o perseguiam, Mr. Steam e seu valete são obrigados a trabalhar com uma nova e misteriosa parceira: Miss Sally. E precisam a todo custo impedir que perigosas teorias matemáticas de Lewis Carroll, que podem alterar a própria natureza da realidade, sejam colocadas em prática.

Cartas misteriosas de ocultistas sobre um futuro próximo terrível, turbinas a vapor roubadas, suspense, aventura e mistério os aguardam nestes primeiros três capítulos de Arcane Sally & Mr. Steam!

Caso tenha interesse, você pode ler a versão original em inglês da série: https://tapas.io/series/arcanesally

Entrega prevista para Fevereiro de 2019.

O Livro

Terá 112 paginas, formato 17×26. Miolo, couchê fosco 90g e capa cartonada laminação fosca mais reserva de verniz localizado 250g.

Curtiu ? Dê seu apoio e compre sua edição aqui: https://www.catarse.me/arcanesally

 

Abraços do Quadrinheiro Véio

Transistorizada – Edição Impressa

Transistorizada – Edição Impressa !

Cara, é o seguinte. Tá rolando um catarse muito legal sobre um projeto que eu considero tanto excelente quanto nobre em sua concepção. Transistorizada ! Vou te explicar.

A Luiza Lemos é uma artista de quadrinhos que resolveu narrar de forma divertida, cômica e cheia de bom humor toda sua transição. Desde a saída do armário até os dias atuais. O que torna este projeto melhor ainda é que ela consegue de uma forma bem humorada e bem inteligente, mostrar o quão ridículo e inconveniente, e muitas vezes burro e hipócrita, pode ser o comportamento do ser humano com relação a sua própria ignorância do que é ser uma pessoa transgênero. Enquanto mostra a idiotice alheia, aproveita pra iluminar a sociedade sobre a normalidade de poder ser quem você é.

Ao mesmo tempo que ela desnuda e abre as portas da sua vida para as pessoas, ela ensina e instrui, contribui com a diminuição da ignorância sobre este tema da diversidade, busca levar um pouco de “amor pela dor” aos olhos de uma população ainda ignorante, preconceituosa e por vezes portadora de uma cegueira confortável e auto-imposta enorme quando o tema é algum tipo de tabu e/ou algo fora do dito “normal” na sociedade, ainda atrasada, em pleno ano de 2018. Com humor ácido e reflexivo, esfrega na cara da sociedade, como um espelho, o quando as pessoas não sabem que não sabem, e nem querem saber.

O projeto Transistorizada não apenas merece, mas precisa do seu apoio.

Você pode conhecer o trabalho da Luiza Lemos na página dela do Facebook da Transistorizada ( https://www.facebook.com/transistorizada/ ) e pode colaborar com o catarse dela clicando neste link !

Passa lá, o mundo agradece.

Abaixo, algumas tiras tiradas diretamente do Facebook TRANSISTORIZADA da Luiza.

Abraços do Quadrinheiro Véio.

torizada,

O Menino Que Não Sabia Voar – Yuri Amaral

O Menino Que Não Sabia Voar – Yuri Amaral

Olá, Quadrinheiro.

Recebi aqui uma indicação de um projeto que está sendo financiado através do Catarse que eu achei muito, mas muito interessante. A hq independente narra a trajetória de Kai Thuri, um garotinho que vive em um Vale cercado por imensas montanhas, isolado do resto do mundo. Todas as pessoas que lá nascem podem voar. Ele é o único, em toda a história do Vale, que não pode. Isso dá um pano pra manga que vc não imagina.

O Menino que não sabia voar nasceu em 2010 mas só começou a ser publicado no início de 2015, pelo site omenino.com.br.

No final de 2017 o capítulo 4 foi lançado, completando 69 páginas de história que, somadas aos contos e extras lançados no mesmo período, traçam um bom panorama da profundidade do universo em questão.

É importante ressaltar que o autor Yuri, LGBTQI+ assumido, incorpora no roteiro e nas personagens sexualidades diferentes, construindo um espectro tridimensional que só é possível ser percebido e absorvido através da leitura e da vivência da narrativa. E acho isso ge-ni-al ! Fora a arte que é um show a parte. As primeiras páginas realmente dá vontade de pendurar na parede. Olha só estas montanhas flutuantes aí. É de tal forma forte, expressiva e “fofinha” que a gente consegue perceber o emocional dos personagens facilmente ao acompanhar a leitura.

Informações que ele me forneceu pelo release:

Com a ajuda do financiamento coletivo recorrente pela ferramenta APOIA.se, Yuri reuniu quase cem pessoas que, mensalmente, acompanharam (e acompanham) a construção do projeto passo a passo e contribuem com quantias que variam de R$ 3 a R$ 20, cada qual com recompensas específicas.

Em 2018, a campanha de financiamento coletivo pelo Catarse tem um objetivo diferente de sua outra campanha: lançar um livro impresso do Menino. Apenas em suas primeiras 24h já arrecadou mais de 20% da meta principal e após a primeira semana, alcançou os 40%. Você pode acessá-la pelo link catarse.me/omenino entre os dias 5 de fevereiro e 22 de março, e escolher uma das formas de apoio. Com o valor mínimo de R$ 25 já é possível levar o livro impresso, com 120 páginas coloridas, para casa, além de várias outras recompensas, a maioria artesanal, conforme o apoio escolhido.

O autor

Yuri Amaral, nascido em Foz do Iguaçu, PR, vive com seu namorado e companheiro, Juliano Brusnicki e juntos fundaram e mantêm o Coelho Jujuba, uma marca de cadernos e camisetas artesanais.

Também é mestre em Estudos Interdisciplinares Latino-Americanos, pela Unila, e formado em Publicidade e Propaganda. O Menino que não sabia voar é sua primeira HQ longa.

Links

Campanha: catarse.me/omenino

Site: omenino.com.br

Facebook: fb.com/omeninoquenaosabiavoar

Abraços do Quadrinheiro Véio

Beltranos e Beltranas – Livro e Projeto Catarse

Fala Galerinha, Beleza ?

Tem um projeto que conheci na CCXP no ano passado que achei muito legal: Fulanos e Fulanas e Ciclanos e Ciclanas. Do quadrinista Pedro Hutsh Balboni.

Este ano ele fecha um terceiro livro, mesma pegada : Beltranos e Beltranas.project_thumb_facebook_170701JOA022_CapaCatarse

Último livro da trilogia “Fulano, Ciclano, Beltrano” completa a reunião de 150 artistas em torno de… joaninhas.

Beltranos e Beltranas, do quadrinista Pedro Hutsch Balboni, é o terceiro livro da coleção independente e busca financiamento no Catarse.

O quadrinista independente convidou mais 50 artistas para reinterpretarem tirinhas selecionadas entre as mais de 1.200 tirinhas do seu trabalho, totalizando 150 artistas na coleção.

joaninhas_debora

Os personagens são joaninhas, protagonistas da série online Joãos e Joanas (www.joaoasejoanas.com). O tom das tiras é de humor com filosofia, e a abordagem visual traz personagens estáticos, a história se passa nos balões de fala.

A proposta deste projeto é transformar esses insetos de acordo com o estilo de cada um desses artistas, mantendo o mesmo texto original.

O autor já tem mais de 10 livros publicados, todos de forma independente. Ele também tem outras três campanhas de financiamento coletivo no portfólio, todas bem-sucedidas, sendo esta sua quarta campanha.

Ela fica no ar até o dia 8 de setembro. Além de brindes exclusivos, descontos especiais, e ter o nome impresso nos agradecimentos do livro, existem metas estendidas que foram criadas para acelerar a campanha.

JOAOS_E_JOANAS_UHM_copy_-_Will_Leite

A primeira já foi atingida: os 50 apoiadores do primeiro dia ganharam junto com seu apoio o livro “Conto Brasileiro – Romance de uma Situação Crônica”, também do autor. Agora, se forem atingidos 150 apoios até o dia 31/07, todos os apoiadores irão receber um livro “Beltranos e Beltranas” extra. E se o projeto atingir o dobro da meta, os apoiadores ainda recebem um Vale-Tangram, para retirar a HQ com o autor em algum evento.

Vale-a-pena-participar-da-campanha.

SERVIÇO

PROJETO COLABORATIVO PARA FINANCIAR O LIVRO BELTRANOS E BELTRANAS

QUANDO Até 08 de Setembro

ONDE Site do Catarse (projeto no Catarse)

QUANTO Há várias recompensas. A mais simples é de R$20 e garante o livro Beltranos e Beltranas com direito a nome nos agradecimentos.

CLASSIFICAÇÃO Livre

Mais informações: beltranosebeltranas@gmail.com

Abraços do Quadrinheiro Véio !