terça-feira, 21 de novembro de 2017

Thor – Renascer dos Deuses

– ” Não cabe aos deuses decidir se o Homem existe ou não… cabe aos homem decidir se os deuses existem ou não.”

Começo este post citando a frase que mais me chamou atenção nesta Graphic Novel. Uma das melhores que eu já li. E embora não tenha sido uma história escrita pra ser uma Graphic Novel e sim as 6 primeiras edições da revista do Thor após o Ragnarok.

Vamos situar um pouco a história, os acontecimentos até aqui. Para os deuses nórdicos, que é a base da história do Thor dos quadrinhos, o Ragnarok é o “fim do mundo”. É a grande batalha final, o armagedom dos deuses, quando todos morrem e Asgard tomba em destruição. ( Nossa, as vezes eu mesmo me impressiono… hehehe ).

Pois então. Após este evento, Thor acaba descobrindo que o Ragnarok não é o fim, mas uma mudança de ciclo de existência. Eles não morrem, eles são “rebootados”. E um dos grandes recriadores de quadrinhos é o J Michael Straczynski ( não vou nem tentar escrever este nome de novo, ok ? ). O tal JMS aí foi muito feliz neste retorno dos Asgardianos, que após o Ragnarok estavam adormecidos, esperando serem convocados e o primeiro deles a acordar é, convenientemente, o próprio deus do relâmpago e do trovão, que foi chamado pelo Dr. Donald Blake, trazendo o alter ego do Thor de volta as histórias de modo muito inteligente. É bem legal ver que a mudança dele, batendo a bengala no chão é usada várias vezes.


Gosto do tom da narrativa, é poético, é inteligente, é como deveria ser. Fico grato por poder ter lido isso. A forma que foram trazidos os asgardianos de novo, os 3 guerreiros, e até o Loki. Uma coisa curiosa é que o Loki voltou mulher. Não sei o que se deu depois disso, mas é bem interessante a forma como ele leva isso. E também uma das melhores passagens é a surra que o Thor dá no Tony Stark, mostrando pra ele quem é que realmente tem poder de verdade. Esta Graphic Novel se passa após os eventos da Guerra Civil, onde o Homem de Ferro traiu o Thor.
Acho que esta revitalização do deus do trovão foi incrível, e considero imperdível. Foi uma recriação mas que trouxe ele de certo modo mais próximo as suas origens nos quadrinhos, resgatando o Thor mais viking, mais durão, mais “deus nordico” mesmo. O traço do francês Olivier Coipel é muito lindo, a forma com que é retratada toda a narrativa é mesmo primorosa. Deu até pra sentir medo do Thor, e isso não tem preço.


Este foi o quarto lançamento da coleção da Salvat. Volume 52. Recomendadíssimo !

Espero que as próximas 6 revistas apareçam mais a frente nesta mesma coleção. Não gosto muito de ler em formato eletrônico ( sou véio, lembra ? ), mas por esta continuação eu passaria por cima disso caso não encontre impresso.

Abraços do Quadrinheiro Véio.

About The Author

Related posts

7 Comments

  1. vagner araujo

    É…vou tirar o atraso hoje!!!rsrsrsr
    Grande história mesmo…meio confuso essa "hibernação espiritual" (por falta de termo melhor) que arrumarm para o Thor, mas a despeito disto a narrativa é excelente!! Legal também este visual do Thor incorpado! Ponto para Olivier Coipel. Ah….e a sequencia em que o Thor resolve os problemas legais de posse do terreno??? Impagável!!! Só fiquei aborrecido com a fato da sequência não sair na coleção da salvat, tentei comprar o da Panini "Em nome do Pai" mas está esgotada! Vamos ver se consigo mais para frente…

    Abração,

    Vagner

  2. oquadrinheiroveio

    Obrigado, Guilherme.
    Rapaz, soube hoje que a Salvat resolveu que vai lançar esta coleção desde o número 1 em todo o Brasil, devido ao sucesso na região setorizada.
    Se quiser acompanhar, pelo Facebook, tem a comunidade oficial desta coleção:
    https://www.facebook.com/SalvatMarvelGraphicNovels

    Particularmente, como Quadrinheiro Velho, já lí muitas das edições que serão lançadas quando eu ainda era moleque… mas recomendo fortemente caso não as telha lido, porque pelo que pesquisei, vale cada centavo…. e pelo preço de cada edição é mais barato do que a Panini tem lançado em livrarias.
    E a lombada final, com a arte do Guilermo Dell'otto também é bem charmosa.
    Obrigado pelo comentário e espero que volte sempre !
    Abraços !

  3. Guilherme Rocha

    Cara Parabéns pelo blog, você me dizer até agora quantas edições saíram?
    Eu moro em uma cidade pequena do interior de SP muito dificil comprar por aqui mas procuro pela net, eu tenho apenas capitão america soldado invernal..
    Outra coisa vale a pena acompanha essa nova marvel?
    abraço

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *