terça-feira, 21 de novembro de 2017

Tio Patinhas

Neste momento quero falar sobre o Tio Patinhas !
Acho um dos mais interessantes personagens no universo dos patos. O Tio Patinhas ( Uncle Scrooge, no original em inglês ) é o tio sovina do Donald, e apareceu numa participação especial, onde o famoso conto de Charles Dickens foi convertido para os quadrinhos dos patos em 1947. De apenas um coadjuvante a personagem principal, sua personalidade marcante, seu “pão durismo” e fome por dinheiro e lucros, podemos dizer que ele tem tanto desespero por dinheiro quando o Cascão tem de medo de água. Criado pelo famoso “homem dos patos“, Carl Barks foi sem dúvida alguma o maior criador dos patos nos quadrinhos Disney. ( minha opinião 😉 )
Tio Patinhas
Com o passar do tempo algumas características foram marcando o personagem, como a sua moedinha número 1, a primeira conquistada pelo velho pato com o próprio trabalho e que foi guardada como um talismã de boa sorte. A caixa forte, com 3 acres cúbicos de dinheiro, onde o Tio Patinhas nada em seu dinheiro, façanha esta que só ele consegue, porque com os anos, o ouro foi se infiltrando em suas penas e ele flui entre as moedas como se fosse na água. Fora o pão durismo clássico, que o faz comer pão velho, leite quase vencido, e o chapéu quase novo de mais de 40 anos de uso. As vezes aparece de roupa vermelha, as vezes é azul, mas é sempre o mesmo velho mão de vaca de sempre.
Quem sempre está nas aventuras, se dando mal, quebrando a cara e fazendo o trabalho pesado, reclamando muuuuito é o Pato Donald. Em geral, o tio sempre o leva já que não paga nada. Os 3 sobrinhos também estão na maioria das histórias munidos do manual do escoteiro mirim, trazem muita bagagem histórica. O resto da família aparece esporadicamente, como a Vovó Donalda, o Gansolino, o Pato mais sortudo do mundo Gastão, o atrapalhado Peninha… sempre em confusão. Tem até uma historinha em que o Tio precisa viajar e deixa o nosso Zé Carioca no lugar dele na Caixa Forte. Logo de cara, ele faz um investimento errado, ludibriado por uns funcionários invejosos do Tio Patinhas… mas ele se une ao Gastão e com a sorte dele consegue fazer o investimento virar um ganho imenso.

Aqui no Brasil ele estreou em 1950 na revista dos patos e em 1963 ganhou revista própria em dezembro.
Gosto da história do Tio Patinhas, as aventuras dele em busca dos tesouros são tão boas e tão características que em 1987 ganhou uma série animada, “Ducktales“, um dos melhores desenhos Disney na época ( e na minha opinião até hoje ). Se não me engano era possível ver a série inteira no Netflix, mas não sei se ainda está disponível. Um fato curioso é que o Pato Donald mal aparece nos episódios. E quando aparece é mais atrapalhado que o normal. Talvez porque nos desenhos animados se consagrou um Pato Donald mais atrapalhado e nervoso, diferente do Donald do Carl Barks.
Tio Patinhas 50 anos

Mês passado foi lançada uma série de edições comemorativas de 50 anos do Tio Patinhas no Brasil. Saíram duas edições históricas ( volume 1 e volume 2 ) e na própria revista de série, uma história em duas partes, começando em dez/13 e terminando agora em jan/14. A história está muito boa, onde o quaquilionário pato enfrenta um “Quarteto Sinistro” de seus maiores e mais clássicos inimigos. 
Podemos ver o Patacôncio ( segundo pato mais rico de Patópolis, esbanjador e comedor de chapéus…. hehehe ) sediando em sua mansão uma reunião com o Pão Duro Mac Money ( segundo pato mais rico do mundo ),  os Metralhas ( o sonho dos beagles é conseguir roubar a caixa forte do Tio Patinhas, no alto do morro Matamotor ) e a Maga Patalogica ( que quer a moedinha numero 1 pra aumentar seus poderes mágicos ).
Tio Patinhas Especial 40 anos
Embora as histórias sejam muito divertidas, acho uma pena que não fazem mais edições comemorativas como antigamente. Na edição de 40 anos do pato mais rico do mundo, lançada em 1987, além de ter publicada a primeira aparição dele, ainda vinha com um brinde, a famosa moedinha número 1. Lembro-me de ter comprado esta edição nas bancas e me deliciado ao ler, ainda com meus ermos 11 anos de idade, a origem de um personagem que eu já havia aprendido a amar. Guardo esta edição a 7 chaves, não pelo valor histórico, mas emocional.
Mega Disney #3
No número 3 do Mega Disney temos um grande presente, a sensacional saga “Todos os Milhões de Tio Patinhas”, de Fausto Vitaliano e desenhos de Paolo Mottura e Lorenzo Pastrovicchio, entre outros. Lá conhecemos como ele conseguiu seus 10 primeiros milhões e de quebra, muitas risadas, muitas mesmo.

Abraços cheios de Quá Quá Quá do Quadrinheiro Véio.

About The Author

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *